• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
FIG FIG 2015: Cinco exposições de design e moda para visitar em Garanhuns Designers locais e convidados exibem trabalhos com roupas, moldes e móveis criativos

Por: Larissa Lins - Diario de Pernambuco

Publicado em: 22/07/2015 11:45 Atualizado em:


Alguns dos looks da mostra de moda do FIG. Foto: Fundarpe/Divulgação
Alguns dos looks da mostra de moda do FIG. Foto: Fundarpe/Divulgação

Além dos shows e espetáculos de teatro, circo e dança, o Festival de Inverno de Garanhuns abriu, nessa segunda metade do evento, espaço para o design e a moda. O Viver listou as cinco exposições montadas na Casa Galeria Galpão (Av. Dantas Barreto, 34), que funciona das 16h às 21h.

Lendas Vivas
Idealizada no Rio Grande do Norte, pelo designer Andrey Salvador, a mostra se inspira em contos e personagens do imaginário popular, como A Mulher de Branco, Viúva Machado (personagem da cultura potiguar) e o Carro de Boi. São dez roupas, compostas por algodão, seda, camurça e aplicações de penas. Segundo o expositor, as peças não necessariamente reproduzem o estilo de vestuário das regiões onde as lendas são contadas, mas dialogam com o imaginário desses locais.

Dê-bô-tê
Organizada pelo garanhunhense Zé Lucas, reúne fotos e vídeos produzidos com o intuito de provar quea maquiagem não é apenas ferramente de embelezamento, mas também de expressão artística. As montagens exibem rostos com técnicas extravagantes, transformistas e teatrais.

Tempo grão
Também organizada por uma designer local, Katarina Barbosa, a mostra usa a memória como referência. O look foi criado a partir de um poema da autora pernambucana Cida Pedrosa, chamado Grace (publicado no liceo As filhas de Lilith). A criadora pretende transformar a peça em coleção, que deve ser lançada em janeiro do ano que vem. Katarina planeja ainda um vídeo-fashion, mostrando o processo de criação das peças.

ContraFluxo
Caio Lobo, outro designer de Garanhuns, mistura mobília a artes plásticas. Ele se define como “artista de móveis” e exibe peças que utilizam materiais inusitados, além de tecidos e estofados comuns.

Estampado na cidade
A ideia da exposição da designer goianense Thalita Medeiros é que os visitantes valorizem o patrimônio material de Garanhuns através de visitas guiadas por moradores da cidade. Os participantes fotografam o que mais lhes chama atenção e os objetos são transformados em moldes para aplicação sobre qualquer superfície (através da técnica de estêncil). Depois, os moldes serão posicionados em painel que, ao fim do festival, será exposto na Galeria Galpão.

SERVIÇO
Casa Galeria Galpão
Quando: De 19 a 25 de julho, das 16h às 21h
Onde: Av. Dantas Barreto, 34 - Garanhuns


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.