• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Oscar Oscar 2015: os melhores looks do tapete vermelho de todos os anos Listamos os looks mais acertados das celebridades em mais de 80 edições de entrega das estatuetas

Por: Larissa Lins - Diario de Pernambuco

Publicado em: 22/02/2015 19:58 Atualizado em: 23/02/2015 00:59

Enquanto as principais semanas de moda do circuito fashion internacional cumprem seus conogramas em Nova York, Paris e Milão, as referências captadas das passarelas se transformam em inspiração para a alta costura que desfila sobre o tapete vermelho do Oscar. Nessa 87ª edição, o evento promete reunir, mais uma vez, as celebridades mais famosas de Hollywood em seus modelitos Versace, Chanel, Dior e outras etiquetas cobiçadas.

Acesse o site especial do Oscar e concorra a 50 pares de ingressos no bolão

O "in" e "out" das próximas temporadas começam a se desenhar entre os convidados da cerimônia, enquanto as câmeras disparam flashs que imortalizam as produções. Uma extravagância pode virar tendência nas ruas ou, se mal recebida, meme nas redes sociais. Pensando nisso, o Viver preparou uma retrospectiva com os melhores e piores looks da história do Oscar. Uma lista curiosa que, além de divertida, pode inspirar o que vestir e o que não vestir na próxima ocasião digna de tapete vermelho. Confira:

>> OS MELHORES LOOKS

Clássicos
Um verdadeiro clássico nunca sai de moda. Esta é uma das frases mais certeiras no universo fashion. Peças em preto e branco, batons vermelhos, unhas nude, cílios compridos, scarpins e listras são atemporais. No tapete vermelho, algumas celebridades apostam em modelos clássicos para não correr o risco de errar. E, de fato, não erram. Audrey Hepburn, símbolo da mulher clássica, vestiu Givenchy floral em 1954 e tornou-se referência de sofisticação. Beyoncé e as Jennifers (Aniston e Lawrence) apostaram no mesmo. Cores e modelagens tradicionais que dificilmente caem mal em alguém.



Ousados
Ousadia é material precioso em Hollywood. Pode ser um decote profundo, uma fenda extensa ou um recorte nas costas do vestido. Para fugir da vulgaridade, é preciso equilibrar cores sóbrias - ou, pelo menos, uniformes - e maquiagem e cabelo mais clássicos. Angelina Jolie ganhou as capas da maioria das revistas de moda no primeiro trimestre de 2012 com seu longo preto Versace de pernas à mostra. Scarlett Johansson mostrou as costas e Natalie Portman, o colo. No ano passado, Lupita Nyong'o ganhou um Prada desenhado para seu corpo.



Com brilho
Em exagero, brilho pode ser fatal para qualquer look. Mas se bem combinado a uma beleza (cabelo e maquiagem) mais suaves e ajustado a modelagens mais clássicas, tornam o visual deslumbrante. Batons nude ou vermelhos, com olhos pouco marcados, ornam o visual. Na década de 1990, Elizabeth Hurley já apostava nisso. Em diferentes edições do evento, Anne Hathaway, Milla Jovovich e Reese Whiterspoon fizeram o mesmo. E se deram bem.



Com cauda
A cauda de um vestido de alta costura é quase equivalente à capa de um super-herói: faz toda a diferença no look, tornando-o mais poderoso. Glamour e sofisticação são algumas das palavras-chave para roupas ornadas com cauda. Motivo pelo qual as noivas costumam adotá-la. Michelle Williams, Julia Roberts, Katherine Heigl e Penelope Cruz desfilaram no tapete vermelho seguidas pelos próprios vestidos, que continuavam a desfilar por mais alguns centímetros.



Sem alça
O famoso tomara-que-caia também é um clássico: está sempre entre os looks clicados durante a cerimônia do Oscar. Valoriza colo e busto, além de alongar a silhueta, no caso dos vestidos longos e retos. Seios menores se adaptam melhor a essa modelagem, por não exigirem tanta sustentação. Cameron Diaz, Natalie Portman, Renée Zellweger e Jessica Chastain aboliram as alças e ficaram perfeitas.








Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.