Pense num povo cheiroso! Nordestinos não abrem mão de utilizar uma boa fragrância até na hora de dormir Pensando nesse público, O Boticário amplia produção de perfumes para a região

Por: Aline Ramos

Publicado em: 23/04/2018 14:40 Atualizado em: 23/04/2018 15:48

Recentemente, O Boticário lançou a linha feminina Dream, que foi testada e desenvolvida para o Nordeste. Foto: O Boticário/Divulgação
Recentemente, O Boticário lançou a linha feminina Dream, que foi testada e desenvolvida para o Nordeste. Foto: O Boticário/Divulgação

Que nós amamos dar um cheiro, isso não é novidade para ninguém. Uma curiosidade é que sempre estamos preparados para receber esse gesto de carinho com um aroma gostoso. De acordo com o gerente de perfumaria de O Boticário, Jean Bueno, o Brasil é o segundo maior consumidor de perfumes do mundo. Dentro do nosso país também existe uma região que se destaca quando o assunto é a utilização de fragrâncias, o Nordeste. “Devido ao clima quente, os nordestinos tendem a tomar uma média de três a cinco banhos por dia. E, todas as vezes, há um gestual de perfumação. Além disso, há uma tradição antiga de se utilizar uma colônia até na hora de dormir. Os aromas escolhidos são mais leves e refrescantes”, destaca.

De olho nessa característica, a marca tem investido forte na região. Das 3.750 lojas do Boticário no país, o Nordeste possui 1.135 pontos de venda – sendo 862 lojas, 45 quiosques e 145 franqueados. Somente em Pernambuco são 200 pontos de venda e 20 franqueados. Entre 2015 e 2016, foram abertos 143 novos pontos de venda do selo na região. “Os estados com maior volume de vendas são Bahia, Ceará e Pernambuco. Nosso consumidor nordestino tem preferência nas categorias de perfumaria, sabonete e gifts. As linhas queridinhas são: Floratta, Linda, Quasar e Malbec”, revela.

A presença do selo ganhou ainda mais força com a inauguração da fábrica de Camaçari, na Bahia, em setembro de 2014. A capacidade total de produção das fábricas de São José dos Pinhais no Paraná e Camaçari é de 340 milhões de produtos por ano. “A unidade da Bahia garantiu ganhos de eficiência em logística e distribuição, desenvolvimento do polo de beleza local, com os investimentos nos cursos de formação, geração de emprego e renda e a transformação do cenário regional com a presença da indústria”, afirma.

Recentemente, O Boticário lançou a linha feminina Dream, que foi testada e desenvolvida para o Nordeste, que oferece uma sensação delicada e de frescor. “Jardim de Mistérios, Espelho Secreto, Filtro dos Sonhos e Amor no Ar remetem a perfumaria leve, ideal para ser usada em abundância e reaplicada ao longo do dia”, conta.

Antes de se chegar ao resultado de um perfume, o caminho é longo. “Tudo pode servir de inspiração. Pode ser uma viagem, um quadro, as tendências, a necessidade do consumidor... Olhamos tudo que está acontecendo de macro. Após isso, juntamos tudo para tentar traduzir o cheiro de uma obra de arte, por exemplo. Buscamos matérias-primas que remetam as cores e depois tentamos fazer a composição desse aroma”, explica.

Para mergulhar ainda mais no gosto nordestino, a marca promoveu este mês, no Recife, o primeiro hackathon de perfumaria do Nordeste, o Perfumathon. O objetivo principal do encontro foi desenvolver ao longo de três dias, com a ajuda dos participantes, perfumes ou um produto inovador que mudasse o atual modelo de negócios.

A maratona reuniu estudantes e profissionais de marketing, design e business, que buscam inovação em empreendimentos como a perfumaria. O evento contou ainda com palestras e workshops com profissionais do mercado, que além de auxiliar, também foram mentores dos participantes.

Esse foi o segundo evento de inovação da marca, o primeiro foi realizado em Curitiba, na sede da empresa. “Trouxemos o Perfumathon para a região mais importante na nossa estratégia e Recife foi escolhida por ser uma capital inovadora. Foi o primeiro hackathon voltado para perfumaria do mundo”, garante. Cerca de 60 pessoas participaram da atividade e as três melhores ideias levaram uma premiação em dinheiro, além da possibilidade de levar o projeto para a equipe do Boticário desenvolver.

Você sabia?
1. Há um simples e claro motivo para aplicar o perfume em áreas como pulso e aquela dobrinha do braço: são áreas onde há maior circulação sanguínea e, portanto, exalam melhor o aroma.

2. Outras áreas, como atrás das orelhas e dos joelhos, têm uma razão um pouco mais estratégica. Antigamente era considerado “elegante” cochichar elogios no ouvido das mulheres. Por isso, esse local era escolhido para estar estrategicamente perfumado. Atrás dos joelhos, além de ser uma região também favorecida pela circulação sanguínea, tinha outra questão: as mulheres usavam saias com frequência e a ideia era que, quando cruzassem as pernas, exalassem o perfume, considerado uma ferramenta de sedução.

3. O melhor lugar para guardar seu perfume é longe do sol e do calor. Assim, ficam protegidos e duram mais tempo.

4. Possuímos um mecanismo no cérebro que, após sentirmos muitos aromas de uma vez, os bloqueia e deixamos de senti-los direito. Por isso, muitas lojas possuem café para neutralizar os cheiros entre uma experimentação e outra. Dar uma voltinha, por exemplo, ou sentir qualquer aroma neutro é tão eficiente quanto. No entanto, a indicação é sentir no máximo quatro aromas em uma mesma visita à loja.

5. Peles oleosas retêm melhor o aroma dos perfumes do que as secas. Um jeito de aumentar a durabilidade da fragrância é manter a pele sempre hidratada. Se o hidratante tiver o mesmo aroma, ainda melhor!

6. O fato de usarmos um perfume para ocasião ou para cada dia tem a ver com as fragrâncias serem um verdadeiro meio de comunicação. As famílias olfativas funcionam como “códigos”, capazes de passar uma intenção, mensagem e até humor!


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.