• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Luxo Chanel recria um universo aquático para ninfas de galochas A marca francesa encantou na última Semana de Moda de Paris

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 04/10/2017 12:05 Atualizado em: 04/10/2017 12:11

As modelos desfilaram entre rochas, ao ritmo da música da cantora islandesa Björk. Foto: AFP
As modelos desfilaram entre rochas, ao ritmo da música da cantora islandesa Björk. Foto: AFP

Ninfas com bota, capuz e mangas de plástico transparente desfilaram nessa terça-feira para maison Chanel, brilhando em meio a uma vegetação exuberante pensada pelo diretor artístico, Karl Lagerfeld. Mesmo após anos de desfiles no Grand Palais de Paris ao longo de sua carreira, o "Kaiser da Moda" mantém intacta sua capacidade de surpreender.

Após recriar um foguete espacial e a Torre Eiffel nas últimas duas temporadas, nessa terça-feira ele transformou o prédio em uma paisagem inspirada no "Gorges du Verdon", o maior canyon da Europa, localizado no sudeste da França. As modelos desfilaram entre rochas, ao ritmo da música da cantora islandesa Björk, marcando o último dia da Semana de Moda de Paris.

Kaia Gerber como protagonista

Kaia Gerber, de 16 anos, filha de ex-top model Cindy Crawford e sensação da Semana de Moda de Nova York, abriu o desfile com uma jaqueta de tweed desgastado e botas de cano alto de plástico transparente. Surgiram também casacos e vestidos curtos combinados com bolsos sobrepostos.

O universo aquático apareceu também nos brincos em forma de gotas d'água e nas bolsas que lembravam medusas. O azul do mar, do céu e até do clássico jeans dominou vários looks, assim como os tecidos brilhantes como escamas de peixes. Na primeira fila do desfile, que teve a participação do afilhado de 8 anos de Lagerfeld, Hudson Kroenig, estavam duas estrelas coreanas, o cantor de K-pop G-Dragon, com cabelos em vermelho intenso, e a cantora e atriz Park Shin-Hye. A modelo Cindy Crawford não perdeu o desfile da filha, que desfilou também para Saint Laurent.

A fantasia de Thom Browne

A marca americana Thom Browne, que deixou a passarela nova-iorquina para desfilar em Paris, deu asas para os sonhos e a fantasia. O estilista apresentou vestidos como sarcófagos e mulheres-aranhas, entre outras propostas excêntricas, como modelos com a cabeça envolta por uma espécie de bolha. Um imenso unicórnio rosa pálido de tecido encerrou o desfile no elegante bairro parisiense.

Louis Vuitton em uma união de gerações

A maison Louis Vuitton uniu o antigo e o moderno nos vestígios do antigo palácio real do Louvre, com a presença de estrelas como as atrizes Catherine Deneuve, Fan Bingbing e Cate Blanchett. A coleção criada pelo diretor artístico Nicolas Ghesquière apostou na combinação de calçado esportivo com short de flanela, além de looks mais clássicos como jaquetas bordadas e vestidos leves de verão.

O desfile atravessou épocas, misturando a indumentária aristocrática dos séculos passados com o "estilo relaxado" da vida moderna. Louis Vuitton inaugurou paralelamente nessa semana uma nova loja de quatro andares na luxuosa Place Vendôme de Paris. A capital francesa encerrou nessa terça-feira sua Semana de Moda, após oito dias e mais de 80 desfiles.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.