• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Moda fitness Alto desempenho no esporte é sinônimo de alta tecnologia e conforto no vestuário Além dos treinos acirrados, atletas buscam peças que ajudem na desenvoltura física, mas sem perder o estilo

Por: Aline Ramos

Publicado em: 11/09/2017 14:48 Atualizado em: 11/09/2017 15:46

A atleta que agora se prepara para a Power 34 Duathion, não abre mão de peças com cores vibrantes e que proporcionem bem estar na hora do exercício. Foto: Marlon Diego/Esp.DP
A atleta que agora se prepara para a Power 34 Duathion, não abre mão de peças com cores vibrantes e que proporcionem bem estar na hora do exercício. Foto: Marlon Diego/Esp.DP

Há 17 anos, nascia o termo que chegou para ficar: moda fitness – que tem nas suas origens as roupas de esporte desenvolvidas para atletas de alto desempenho. Com o avanço das tecnologias de pesquisa de tecidos e de novas possibilidades de materiais, a moda esportiva foi evoluindo. Novas práticas físicas foram surgindo, demandando uma série de  possibilidades de roupas de academia, sempre aliando o conforto à beleza.

Rosinha Texeira, 39 anos, inicia os treinos diariamente antes mesmo do sol nascer. A praticante de triatlo, já participou de mais de 40 disputas nacionais e internacionais, e começa sua maratona diária no ciclismo, na corrida e na natação, às 4h30. Ela que agora se prepara para a Power 34 Duathion, no próximo dia 08 de outubro, não abre mão de peças com cores vibrantes e que proporcionem bem estar na hora do exercício. “Antigamente, utilizávamos camisetas que ganhávamos nas competições, porque o tecido era de Dri-FIT (que ajuda a afastar o suor da pele). Hoje, com a variedade disponível no mercado, eu procuro roupas que tenham funcionalidade. Se não for funcional, ela pode me cortar ou causar assaduras”, conta.

Blusa de gola alta e short acolchoado proporcionam segurança durante a prova e os treinos de ciclismo.
Foto: Marlon Diego/Esp.DP
Blusa de gola alta e short acolchoado proporcionam segurança durante a prova e os treinos de ciclismo. Foto: Marlon Diego/Esp.DP

Entre uma atividade e outra, a triatleta muda de vestimenta para se adequar as modalidades. “Mesmo com o calor de Recife como eu pedalo muito cedo, procuro sempre usar blusa com uma gola mais alta para proteger o meu pescoço do vento. E algo crucial é que ela tenha bolsos na parte de trás, porque tomamos muito gel e precisamos de praticidade para pegá-lo, enquanto estamos na bike. Os shorts de ciclismo geralmente tem acolchoado e ação antibacteriana, pois passamos muitas horas no selim e isso é fundamental para evitar possíveis desconfortos e machucados”, explica.

“Para corrida utilizo short de tecido fino e bem leve para evitar o atrito entre as coxas. Não gosto de usar camiseta por conta do calor, mas quando uso, sempre escolho uma com tecido respirável. No dia a dia, prefiro um top largo com boa sustentação e em lycra, que oferece maior mobilidade e conforto”, afirma. “Já para nadar, as opções são inúmeras. Foi-se o tempo que tínhamos como opção apenas maiôs pretos com cortes fechados. Uso alguns com cores vibrantes e quando treino no mar prefiro um biquíni para garantir uma marquinha mais leve e bonita”, conta.

Na busca por roupas e acessórios que auxiliem na prática do esporte, Rosinha se uniu a sua amiga e também triatleta, Raquel Moraes, 45 anos, para montar a Fastpace, marca de viseiras. “Tínhamos dificuldade em encontrar viseiras com designer prático para a colocação e retirada, entre uma prova e outra. Com isso, há um ano, resolvemos criar a nossa própria marca de viseiras”, revela Rosinha

As triatletas Raquel e Rosinha desenvolveram viseiras que ajudam na retenção de suor e oferecem praticidade na hora da disputa. Foto: Marlon Diego/Esp.DP
As triatletas Raquel e Rosinha desenvolveram viseiras que ajudam na retenção de suor e oferecem praticidade na hora da disputa. Foto: Marlon Diego/Esp.DP

“Fizemos uma pesquisa com outros atletas para entender, o que eles esperavam desse acessório e foi daí que desenvolvemos viseiras com tecidos que retém o suor e com elástico na parte traseira, o que auxilia na hora de colocá-lo no momento da disputa. Além disso, escolhemos cores vibrantes e estampas que remetam ao esporte para proporcionar destaque a quem estiver usando. Afinal, também queremos nos sentir bonitas”, complementa Raquel, que também é estilista da Fastpace.

A grife esportiva já planeja confeccionar bonés e outras peças para os esportistas. A venda é realizada pelo Instagram @fastpace.fastpace ou pelo site www.trilo.com.br/product-brand/fastpace. As viseiras custam entre R$ 45 e R$ 60.

A Fastpace tem viseiras a partir de R$ 45. Foto: Marlon Diego/Esp.DP
A Fastpace tem viseiras a partir de R$ 45. Foto: Marlon Diego/Esp.DP
 

>>Faça a escolha certa

*Para vestir:
Optar pela vestimenta errada para o exercício físico, como um tecido muito pesado ou uma roupa muito apertada, pode fazer com que você transpire mais, podendo ocasionar desidratação e até mesmo queda de pressão. Por causa disso, a moda fitness tem evoluído junto com a tecnologia para encontrar novas soluções para ajudar na hora do treino, inclusive, já existem tecidos e texturas desenvolvidos para facilitar a transpiração e evitar o superaquecimento do corpo. Além disso, a roupa escolhida para a atividade física determinará a sua liberdade de movimentação e o seu conforto. Todos esses fatores vão determinar o seu bem estar e o seu desempenho.

*Para calçar:
Em primeiro lugar é preciso entender que os tênis de corrida em geral são agrupados em cinco categorias: estabilidade, controle de movimento, amortecimento, performance e trilha. Diante disso, é importante entender o seu tipo de corrida e procurar um calçado que ofereça esses benefícios e que possua uma boa ventilação para evitar bolhas nos pés.

Na hora de pedalar opte por uma sapatilha de ciclismo, pois se regulada corretamente promove um posicionamento adequado dos pés e reduz o grau de rotatividade, o que de certo modo, acaba evitando lesões no joelho e dores articulares. Ao utilizar a sapatilha o ciclista tem a sensação de maior firmeza e estabilidade nas pedaladas tendo em vista que o taco da sapatilha fica preso ao pedal evitando que os pés se desloquem da maneira errada o que diminui o desperdício de força por parte do ciclista.

*Para a pele:
Independente do horário não esqueça de passar o protetor solar. Viseiras e bonés também ajudam a proteger o rosto do sol. Uma boa pedida é investir em roupas que já possuam tecnologia de proteção UV. Além disso, tomar muita água é o combustível certeiro para se manter hidratado.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.