Comida Estabelecimentos apostam em petiscos com assinatura de chefs renomados Criações acrescentam a tradicional comida de boteco um toque gourmet

Por: Katarina Bandeira

Publicado em: 16/10/2015 14:18 Atualizado em: 16/10/2015 14:56

Comedoria Na Ladeira, em Olinda, oferece entre os petiscos para mais de uma pessoa cubinhos de filé mignon com cebola caramelizada no vinho branco e queijo parmesão maçaricado. Foto: Nando Chiappetta/DP/D.A Press
Comedoria Na Ladeira, em Olinda, oferece entre os petiscos para mais de uma pessoa cubinhos de filé mignon com cebola caramelizada no vinho branco e queijo parmesão maçaricado. Foto: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Esqueça as frituras ou o picadinho gorduroso acompanhado de batata-frita. Quem sai à noite pela Região Metropolitana do Recife tem começado a esbarrar em lugares preocupados em apresentar petiscos que são mais do que simples acompanhamentos para uma bebida gelada. Uma casa que tem investido em um cardápio mais elaborado é o Na Ladeira, comandado pelo chef Pedro Godoy e o pai, Sávio.


“Queríamos proporcionar uma boemia gourmet. Sentimos muita falta de locais assim na cidade, que misturem música com petiscaria”, comenta Pedro, de 23 anos, que viu no ponto – um charmoso sobrado próximo ao Mercado da Ribeira, na Cidade Alta de Olinda – a oportunidade perfeita. Com um menu que mistura entradinhas clássicas - os Pãezinhos de alho (R$ 9,90), por exemplo, são guarnecidos de geleia de pimenta - com petiscos mais elaborados, a casa apresenta pratos servidos tanto em porções individuais quanto para duas ou mais pessoas.

Mulher Vestida de Mar apresenta mix de sabroes e texturas. Foto: Le Porte/Divulgacao.
Mulher Vestida de Mar apresenta mix de sabroes e texturas. Foto: Le Porte/Divulgacao.
O chef comenta que a ideia é estar sempre mudando o menu, decidindo com os próprios clientes o que fica e o que vai embora. “Muitos dos pratos que estão hoje no nosso cardápio vieram de festivais que promovemos ou participamos”, diz. Entre as novidades que ficaram no menu regular está o Bairro Novo (R$ 18), um pão italiano – que serve como uma mini cumbuca – recheado com molho gorgonzola, filé ou camarão. Seguindo a linha de prato para uma pessoa, o Zé Pequeno (R$ 18,50) é um hambúrguer com 180 gramas de carne bovina, com cheddar, bacon crocante, cebola caramelizada no shoyu com mel de engenho, acompanhado de chips de batata-doce.
Os tradicionais cubinhos de filé mignon aqui são chamados de Getúlio Vargas (29,90). Mas nada de fritas de acompanhamento. Eles chegam à mesa com cebola caramelizada no vinho branco e queijo parmesão maçaricado, uma cestinha com torradas e chips de batata-doce e um creme de cebola.

É Pedro Godoy também o responsável pelo menu do badalado Vaporetto Container Bar, point no Parque Santana, que acaba de completar um ano com novidades. Entre elas, o incrível mix de sabores e texturas do Mulher Vestida de Mar (R$ 35,90), uma tábua com cubos de queijo coalho e batata-doce, cebola caramelizada no mel de engenho, camarões salteados na manteiga com gengibre e limão siciliano e iscas de tilápia empanadas. Uma carne não muito explorada nas casas do Recife, o cupim aqui é servido desfiado e acebolado ao molho escuro de cerveja, com queijo maçaricado, farofa de bacon, vinagrete e feijão verde (R$ 35,90).

Cubinhos de tapioca acompanhados de mel de engenho abrem o apetite no Real Botequim. Foto:Micheline Siqueira/Divulgacao.
Cubinhos de tapioca acompanhados de mel de engenho abrem o apetite no Real Botequim. Foto:Micheline Siqueira/Divulgacao.
Em Casa Forte, o tradicional Real Botequim ganhou petiscos caprichados no menu, criações da renomada chef Taciana Teti - que assina também o cardápio do Haus Bar (Galeria Joana D’Arc, no Pina) - e pensadas para harmonizar com cervejas artesanais. Ela conta pensou em manter a cara de comida de boteco, voltado para o clássico, mas seguindo seu estilo de cozinha. Entre as entradinhas, os bolinhos de chambaril e feijão branco com linguiça (R$ 4,50 cada), além do bolinho de bobó de camarão (R$ 5,90), todos acompanhados com molhos. Para quem prefere dividir com os amigos, as opções podem variar entre Costelinhas de porco com farofa de banana (R$ 17,90) e uma Panelinha de cubinhos de tapioca com linguiça (R$ 12,90), guarnecido de um molho de mel e pimenta. “É uma comida mais afetiva, voltar à história do botequim”, diz Taciana.

SERVIÇO
Na Ladeira Bar e Comedoria
Onde: Rua Treze de Maio, 03, Carmo, Olinda
Quando: de terça a sábado, das 18h às 2h, domingo das 16h às 00h.
Informações: 3493-4069

Real Botequim
Onde:
Avenida Dezessete de Agosto, 1761, Casa Forte
Quando: de segunda a quinta, das 17h às 0h; sexta, das 15h às 01h; sábado, das 11h à 1h; e domingo, das 11h às 22h.
Informações: 3266-1899

Vaporetto Container Bar
Onde: Rua Leopoldino Silva, 100, Parque Santana
Quando: de terça a domingo, a partir das 17h
Informações: 9930-9313

Haus Lajetop & Beergarden
Onde: Galeria Joana D’Arc - Av. Herculano Bandeira, 513, Pina
Quando: Terça a domingo, a partir das 18h
Informações: 3039-6304

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.