Serviço de entrega Deliveries apostam em opções inusitadas para quem quer comer em casa Coxinha e comida brasileira são alternativas para inovar nos pedidos

Por: Katarina Bandeira

Publicado em: 04/09/2015 14:00 Atualizado em: 05/09/2015 09:47

Embalagens de comida japonesa ganham recheios de comida nacional no Brasileirinho Delivery. Foto: André Polvani/Divulgação
Embalagens de comida japonesa ganham recheios de comida nacional no Brasileirinho Delivery. Foto: André Polvani/Divulgação

Seja por conta de uma rotina puxada ou até aquela preguiça do domingo, a verdade é que nem sempre há tempo – ou coragem – para preparar uma refeição. A crise econômica afastou um pouco os consumidores dos restaurantes. Uma saída acaba sendo a comida delivery.

Talvez por força do hábito, as opções disponíveis não costumam variar muito além de pizzas, sanduíches ou comida oriental. No Recife, ao abrir qualquer aplicativo de entrega, entre as primeiras 20 opções, pelo menos 80% envolve algum desses nichos. Para escapar da mesmice alguns empreendedores estão apostando em produtos diferentes e econômicos para alimentar quem tem fome, inclusive, de novidade.

Um exemplo disso é a Caranguejo & Cia Delivery que, como o nome já diz, trabalha com a entrega desses crustáceos. Pioneiro no estado, o serviço idealizado por Luciana Heráclio nasceu em 2013, mas precisou passar por uma reestruturação, sendo reaberto em janeiro deste ano. Cada caranguejo custa em média R$ 4,50, porém é necessário fazer um pedido com no mínimo oito (para Zona Norte e Centro) ou 10 unidades (para Zona Sul e Olinda).


“Nós vendemos uma média de 700 a 800 caranguejos por semana”, diz Luciana. As iguarias podem vir cozidas tradicionalmente, com água, sal e condimentos ou ao coco (R$ 5). O pedido deve ser feito de sexta-feira a domingo e é perfeito para acompanhar saladas, arroz branco, molhos e até mesmo como entrada para pratos com outros frutos do mar, como ensopados de lula e mariscos.

Já para quem não dispensa o feijão com arroz na hora do almoço, o Brasileirinho chega com uma proposta no mínimo diferente. Aberto há menos de um mês, o serviço une  as caixinhas de entrega de comida oriental com um cardápio de 12 pratos tipicamente brasileiros.

Aquela Coxinha entrega a iguaria tanto em Recife quanto em Olinda. Foto: Humberto Leão/Divulgação
Aquela Coxinha entrega a iguaria tanto em Recife quanto em Olinda. Foto: Humberto Leão/Divulgação
As embalagens vêm em dois tamanhos – 400g e 700g – e, entre as opções do “inbox”, estão clássicos como a Galinhada (R$ 9,49) – com arroz, milho, cebola e cheiro verde – e a Feijoada (R$ 9,49), preparada somente às quartas-feiras, com arroz, feijão preto, calabresa, bacon, carne bovina, lombo e vinagrete, torresmo e couve (que vêm em uma embalagem separada). O valor dos pedidos chega no máximo a R$ 15,49, com o serviço funcionando das 10h às 14h.


+coxinha
Numa época em que poucas oportunidades de emprego apareciam, o publicitário Alex Ribeiro investiu o dom de preparar coxinhas em negócio delivery. No Aquela Coxinha, são seis sabores – Tradicional, Americano (com costelinha de porco), Regional, Brejeira, Churros e até uma opção sem glúten. A coxinha doce custa R$ 3,50, enquanto as salgadas, R$ 4,50. É preciso fazer um pedido mínimo de seis unidades e a taxa de entrega fica R$ 10 para o Recife e Olinda. Apesar da loja física estar em reforma, o delivery continua na ativa.

+direitos
Em caso de atraso ou troca de produtos solicitados por delivery, o Código de Defesa do Consumidor (CDC) dá o direito de cancelar a compra. São duas opções: o cliente cancela o pedido ou, se o pagamento já foi realizado, pede o valor de volta. Ainda há a possibilidade de aceitar outro produto equivalente em troca.

Serviço:
Caranguejo & Cia Delivery
Funcionamento: Sexta, das 18h às 22h; sábado, das 11h às 20h; domingo, das 11h às 19h
Pedidos: 3088-0954 e 998738220
Entrega: R$ 7 a R$ 12

Brasileirinho
Funcionamento: De segunda a sábado, das 10h às 14h
Pedidos: 3423-5074 e 98567-6180
Entrega: R$ 5

Aquela Coxinha
Funcionamento: de terça a domingo, das 9h às 22h
Pedidos: 98757-3238
Entrega: R$ 10



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.