Pizza Sempre muçarela? Qual o melhor queijo para sua pizza? Segundo Jair Jorge, Muçarela, Ricota, Feta, Emmental possuem sabor agradável e não interferem muito no resto dos ingredientes

Publicado em: 22/06/2015 16:25 Atualizado em: 22/06/2015 17:12


Basta uma passagem pelo supermercado para observar que as prateleiras de queijos andam mais recheadas. De 2006 a 2012, a venda de queijos finos passou de 72,9 mil para 122 mil toneladas, de acordo com a Associação Brasileira de Indústrias de Queijos (ABIQ). Para o especialista em queijos, Jair Jorge Leandro, que conhece a fundo grande parte dos 250 tipos disponíveis em território nacional, nada mais prático que uma tábua de queijos ou alguma massa recheada com algum algum deles para receber os amigos em casa. E por falar nisso, você já pensou em pizza com outro tipo de queijo a não ser o tradicional muçarela? De acordo com o especialista, existem cerca de 4.700 tipos de queijos no mundo. E não tem restrição, qualquer um pode ser usados no preparo da massa, mas tem recomedações para garantir o sabor.

Cerca de 1,5 milhão de pizzas são consumidas diariamente no Brasil. Foto: Divulgação
Cerca de 1,5 milhão de pizzas são consumidas diariamente no Brasil. Foto: Divulgação


“A pizza tem origens ancestrais, mas a mais moderna, como a que conhecemos hoje, nasceu em meados de 1800, na Campania, que fica na Itália. Alguns mercadores vendiam discos de pão com cobertura de azeite, tomate e algumas ervas. Não demorou muito para que os artesãos começassem a utilizar a muçarela di búfala, originária da região. Assim, a muçarela foi o primeiro queijo a ser utilizado e, com isso, acabou se tornando tradicional, além de uma referência quando se trata de pizza”, afirma Jair.

É válido ressaltar que cerca de 1,5 milhão de pizzas são consumidas diariamente no Brasil, segundo um estudo divulgado pelo instituto americano ECD Food Service. Esse dado coloca o país em segundo lugar – perdendo apenas para os Estados Unidos - do ranking dos que mais consomem a receita. Para a produção da pizza, não é só o muçarela que faz papel de queijo. Fora ele, os mais apropriados são Ricota, Feta, Emmental, Gruyère, Brie, Fontal, Fontina, Provolone, Requeijão, Gorgonzola e Parmigiano-Reggiano. A boa notícia é que nenhum deles tem restrições.  Toda e qualquer pizza pode ser guardada na geladeira e consumida no dia seguinte, independentemente do tipo de queijo.

Existem cerca de 4.700 tipos de queijos no mundo. Foto: JuanPa Ausin/ Divulgação
Existem cerca de 4.700 tipos de queijos no mundo. Foto: JuanPa Ausin/ Divulgação
Agora você deve estar se perguntando se esses queijos combinam com outros ingredientes, que geralmente compõem a pedida. “Queijos como Muçarela, Ricota, Feta, Emmental possuem sabor agradável e que não interferem muito no resto dos ingredientes da cobertura. Já queijos como o Gorgonzola e o Provolone possuem um sabor que se destaca mais. Queijos da família dos Croute Lavée (casca tratada), como o Taleggio e o Pont l'Êve podem deixar um aroma desagradável, que muitas pessoas não toleram”, explica.

Entre os países com queijos mais tradicionais e internacionalmente conhecidos, estão França, Itália, Suíca, Inglaterra, Holanda, Espanha e Portugal, nessa ordem. “No Brasil, por exemplo, existe cerca de uma centena de variedades diferentes. Além dos tradicionais queijos Minas, há uma grande produção de Muçarela, Requeijão, Prato, Parmesão, Gorgonzola, entre outros. E, para quem não gosta de nenhum tipo de queijo, a sugestão a sugestão é optar por pizzas como Alho e óleo, La bianca, Cogumelos e outras.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.