Junho Neste São João, descubra que o milho vai além da canjica e da pamonha Naked cake de milho, Brigadeiro de canjica, Petit gateau de milho e Cebiche de Peixe Branco estão entre as opções

Por: Mirella Monteiro - Diarios Associados

Publicado em: 19/06/2015 09:15 Atualizado em: 18/06/2015 18:29

A culinária regional é bem representada no estado de Pernambuco. Nesta época do ano, então, nem se fala. O milho e as comidas típicas misturam-se com a animação, as músicas, as cores e o xadrez, coisas que não podem faltar nesse período junino. Inclusive, não é só a pamonha e a canjica que têm vez no momento. O milho se desdobra e serve de ingrediente para sofisticados pratos – doces ou salgados - além de bebidas.

Naked cake de bolo de milho com brigadeiro de milho. Foto: 	Thais Carvalho/ Divulgação
Naked cake de bolo de milho com brigadeiro de milho. Foto: Thais Carvalho/ Divulgação


A Greenmix, mercado saudável recentemente inaugurado em Boa Viagem, oferece opções diferenciadas que assumem importante papel na hora de montar a mesa para as festividades. O Naked cake de milho (R$ 80 /kg) e o Cupcake de milho recheado com morango ou goiabada (R$ 7/unidade) são boas opções para quem deseja inovar sem deixar o gosto do milho de lado. As duas receitas são feitas com farinha de arroz integral, fécula de batata, leite de coco e milho e, por isso, se tornam ideais para os intolerantes ao glúten.

O recheio do Naked, inclusive, serve de brigadeiro. A ideia é transmitida através do brigadeiro de canjica, que pode ser de colher (R$ 25/ 600g) ou a própria bolinha (R$ 3/ unidade), ambos encontrados na Sniff Brigadeiros, que conta com quiosque no RioMar Shopping, além de encomendas e entregas em domicílio, dependendo do produto solicitado. Falando em doce, o Petit Gateau de milho (R$ 15, 60) –  bolo de milho e bola de sorvete de coco com calda de paçoca e farofa de pipoca, do restaurante Castelus, que fica na Várzea, é uma receita e tanto, pena que só faz parte do cardápio nesta época junina. Disponível durante todo o mês de junho.

Brigadeiro de canjica da Sniff Brigadeiros. Foto: Sniff Brigadeiros/ Divulgação
Brigadeiro de canjica da Sniff Brigadeiros. Foto: Sniff Brigadeiros/ Divulgação


O milho não resulta só em doces. O Nhoque de milho, por exemplo, não é nada convencional, mas nem por isso deixa de ser bem visto no restaurante Pomodoro Café, no Pina. O prato consiste em um pequenos nhoques cremosos de milho verde, envolvidos com denso molho de carnes à moda bolonhesa. A receita foi pensada pelo chef Duca Lapenda no São João do ano passado, e talvez não fosse capaz de voltar ao cardápio da casa. Mas com sucesso garantido, o chef decidiu investir no prato e trazê-lo novamente neste ano. Estará disponível apenas no mês de junho por R$ 35 o prato individual.

Nhoque de milho servido durante o mês de junho no Pomodoro Café. Foto: Pomodoro/ Divulgação
Nhoque de milho servido durante o mês de junho no Pomodoro Café. Foto: Pomodoro/ Divulgação


E não para por aí. O chef aproveita para revelar uma receita de suco de milho. Quem já pensou nisso? Pode ser uma boa opção para quem não consumir todas as espigas durante as festas. O chef recomenda que seja retirado com uma faca os caroços de cinco espigas de milho já cozidas, que serão levados ao liquidificador com 100ml de água. Depois de peneirar bem e descartar o bagaço, levar o líquido ao liquidificador novamente junto com duas colheres de leite condensado e bater por 20 minuots. E pronto! Já pode ser servido, de preferência com gelo.

Pastel de Choclo do Siwichi. Foto: Federico Bresani/ Divulgação
Pastel de Choclo do Siwichi. Foto: Federico Bresani/ Divulgação


Comida peruana


Não é só no Brasil que o milho faz sucesso. No Peru, ele é facilmente encontrado em diversas receitas e pode aparecer em diferentes cores. Tem vermelho, branco, preto, amarelo e até roxo. Este último serve de base para o Chica Morada (R$ 6,50) – refresco de milho roxo fermentado, que está disponível no restaurante peruano Siwichi, de Federico Bresani. Para quem ficou curioso, não adianta alegria. A espiga não é achada no Brasil, que inclusive não tem terra própria nem para o plantio. A saída é importar do Peru. O restaurante que traz a riqueza da culinária peruana tem diversos pratos que levam milho na receita. Uma sugestão do proprietário é o Cebiche de Peixe Branco (R$ 32) - peixe branco com pimenta dedo-de-moça e coentro, acompanhado de batata doce e milho verde. Todos os Cebiches são feitos com frutos do mar marinados em suco de limão, pimenta-do-reino e cebola. O pastel de choclo (R$ 38) também é uma opção. É uma massa de milho recheada com carne de porco, passas, azeitona e ovo cozido. Para familiarizar, pode ser comparado a uma pamonha de forno recheada em versão salgada.

Cebiche de Peixe Branco do Siwichi. Foto: Siwichi/ Divulgação
Cebiche de Peixe Branco do Siwichi. Foto: Siwichi/ Divulgação


Serviço


Greenmix
Onde:
Avenida Conselheiro Aguiar, 1044, Boa Viagem
Informações:
3198-7250

Sniff Brigadeiros
Onde:
Avenida República do Líbano, 251, Pina
Informações e encomendas:
98705-5996/ 99658-2829/ 3038-2055

Castelus
Onde:
Alameda Antônio Brennand, s/n, Várzea (área externa do Instituto Ricardo Brennand)
Informações: 3465-9922

Pomodoro Café
Onde:
Rua Alfredo Fernandes, 77, Casa Forte
Informações:
3314-0530

Siwichi
Onde:
Rua do Cupim, 53, Graças
Informações:
3204-9921

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.