Cerveja Outono é uma boa oportunidade para desvendar os segredos das cervejas artesanais Fabrício Santos, responsável pelo blog Full Pint BR, um dos maiores sites especializados em cerveja do Brasil, dá dicas de cervejas para a estação

Por: Correio Braziliense

Publicado em: 15/04/2015 13:30 Atualizado em: 15/04/2015 13:08

Fabrício Santos indica as cervejas de trigo para a estação. Foto: Rogério Volgarine/Divulgação
Fabrício Santos indica as cervejas de trigo para a estação. Foto: Rogério Volgarine/Divulgação
O outono chegou. A virada de estação é uma ótima oportunidade para descobrir mais do universo das cervejas artesanais. A escolha de determinados estilos de cerveja potencializa a harmonia sensorial entre prato e bebida. De acordo com Fabrício Santos, responsável pelo blog Full Pint BR, um dos maiores sites especializados em cerveja do Brasil "por estarmos num período de mudança ainda de temperatura e sensações relacionadas ao clima, a recomendação aqui é para estilos intermediários, que possam trazer potência sensorial sem causar desconforto".

Com a queda nas temperaturas, quais seriam os estilos mais apropriados para essa estação?
Uma boa vienna lager, uma porter bem caramelizada ou ainda uma stout com o corpo leve. Podemos pensar ainda nos estilos belgas, tais como dubbel e tripel. Pensando em harmonizações para estes estilos: a vienna lager cai perfeitamente com um mix de salsichas apimentadas; a stout (uma dry stout ou uma american stout, no máximo) vai muito bem com carnes temperadas ou assadas no churrasco. A porter, com belas sobremesas à base de chocolate. A dubbel serviria muito bem com frutos do mar (polvo, por exemplo, ou uma boa paella) e, por fim, a tripel que serve muito bem com sopas e fondues salgados.

Para aquelas pessoas que ainda não têm paladar acostumado com as cervejas artesanais, qual seria um bom caminho para se seguir o "estilo de outono"?
Invariavelmente, devemos começar pelas cervejas de trigo. Uma excelente pedida são as escuras, como as dunkel weizen e ainda, arriscando um pouco mais, uma munich dunkel. A Lund (de Ribeirão Preto) faz a melhor munich dunkel que conheço.

Dentro desses estilos que recomendou, por que diria que eles são mais apropriados do que outros?
Essas cervejas, como já dito, são de “transição” e não vejo nenhum problema em bebê-las no calor ou no frio. Assim como não há problemas em beber uma saison ou uma pilsen em pleno inverno. Mas, pensando na experiência sensorial e na relação de nosso corpo com o ambiente, uma cerveja mais “quente” trará uma experiência mais agradável, assim como no calor uma saison refrescará muito mais do que no outono/inverno.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.