Gastrô em Petrolina Especial: Carranca Gulosa conectada com a natureza Restaurante promove o turismo da região em clima descontraído

Por: Diogo Carvalho

Publicado em: 30/01/2015 19:26 Atualizado em: 09/02/2015 21:44

Casquinha de cari, Surubim com purê de banana da terra e sobremesas, num clima descontraída. Entrada do restaurante tem lago de carpas e teto verde com flores. Créditos: Diogo Carvalho/DP
Casquinha de cari, Surubim com purê de banana da terra e sobremesas, num clima descontraída. Entrada do restaurante tem lago de carpas e teto verde com flores. Créditos: Diogo Carvalho/DP

Está aí um lugar que sabe valorizar as belezas da região. Inaugurado em 2008, o restaurante temático Carranca Gulosa nasceu com o objetivo de fortalecer o turismo do Vale do São Francisco. Logo na entrada, um laguinho com carpas e carrancas recepciona os visitantes, que passam por um portal verde com flores roxas. Lá dentro, a decoração é rústica, inspirada na natureza, com mesas de madeira certificada e exemplares da mata nativa. Vale a pena conferir o relicário da casa, onde peças centenárias dos antigos casarões nordestinos são exibidas.

Confira um roteiro de restaurantes em Petrolina

Depois de receber um grande sorriso de uma das atendentes (vestidas de baianas), peça o cardápio de drinques e coquetéis. São pelo menos 13 opções refrescantes, entre caipirinhas e caipiroscas de frutas da terra, nevada, marguerita, hi fi e lagoa azul. Para quem está disposto a apreciar um bom vinho da região, eles trabalham com rótulos da Rio Sol e Miolo. Um refrescante Moscatel vai bem para espantar o calor.

Para acompanhar, música ao vivo - aos sábados e domingos, rola cantores de MPB -, ou uma das entradinhas. A Casquinha de cari/siri (R$ 16), com farofa de dendê, é bem servida e está entre as queridinhas da casa. Chamam atenção ainda a Manjubinha frita (R$ 32) - peixinho típico da região -, o Pastel de bacalhau (R$ 18,50, a porção com oito), e o Camarão flambado ao alho e óleo (R$ 38,50).

Mas é nos principais que a escolha fica difícil. Na página dos grills, a Paleta de cordeiro (R$ 89) e o Baby beef australiano de vitelo (R$ 60) chamam atenção. Mas o prato imperdível (e especialidade da casa) é o Surubim Maitê (R$ 72): o peixe é marinado com ervas finas e leva castanhas e passas. De acompanhamento, um risoto de camarões e um sensacional purê de banana da terra. Um mix de sabores. Outras boas surpresas são o Peixe inteiro ao Velho Chico (R$ 99), assado na folha de bananeira, e o Camarão na moranga (R$ 93), todos muito bem servidos.

As sobremesas são um capítulo à parte. A Baianinha (R$ 10) é uma cocada caseira quente servida com sorvete de creme. A Baiona Francesa (R$ 10) é um mix de doces de ameixa e maçã, pêssegos e chantili. Já o Acaxi tropical (R$ 10) é flambado e servido com sorvete, todos com assinatura das chefs Carmem Lúcia e Edvânia.

Carranca Gulosa
Endereço: Estrada da Tapera, Km 12 - Travesssia do Juarez (ao lado da Ilha do Rodeador), Petrolina
Informações: (87) 3985-1021 e (87) 8878-2507
Funcionamento: Diariamente, de 11h às 17h30

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.