Graças A cozinha superstar do Peru tem forte representante no Recife Família peruana comemora um ano de atividades do Restaurante Siwichi com novidades no cardápio

Por: Diogo Carvalho

Publicado em: 19/12/2014 21:35 Atualizado em:

Cris, Federico e Roxana Bresani: família orgulhosa da tradição peruana. Algumas novidades são o Cebiche Misti, a Leche asada e os tiraditos. Créditos: Roberto Ramos e Fellipe Torres/DP/DA.Press
Cris, Federico e Roxana Bresani: família orgulhosa da tradição peruana. Algumas novidades são o Cebiche Misti, a Leche asada e os tiraditos. Créditos: Roberto Ramos e Fellipe Torres/DP/DA.Press

Não seria exagero dizer que a gastronomia está para os peruanos assim como o futebol está para os brasileiros. A arte de cozinhar é a verdadeira paixão da nação andina e o renomado chef Gastón Acurio, um superstar. Trata-se de uma terra de uma imensa variedade de peixes, legumes, carnes, e até mesmo caldos - há cerca de 2,5 mil receitas de sopas catalogadas no Peru. Se o empenho dos peruanos, a história milenar e a geografia do país colaboraram, em uma conjunção rara na América Latina, o mesmo pode ser dito das autoridades locais.


O governo do Peru luta há dois anos para que a culinária do país seja declarada patrimônio mundial pela Unesco, patrocina a maior feira gastronômica da América Latina (Mistura) e, em 2013, baixou uma lei para que todas as embaixadas do país no exterior promovam Lima como capital da gastronomia das Américas. Enquanto isso, chefs brasileiros, como Alex Atala, brigam com a campanha Eu como cultura, para que o governo daqui reconheça a gastronomia como parte de nossa cultura.

Um dos eventos promovidos pela embaixada do Peru no Brasil é o Peru Week, um festival com restaurantes especializados na comida andina, como o Chiwake e o Chicama, do chef Biba Fernandes. No Recife, outro forte participante é o Siwichi Cebicheria, nas Graças. Com um ano de atividades recém-completada, a casa - liderada por uma família peruana - nasceu com o propósito de compartilhar os sabores da cultura milenar, com uma releitura mais contemporânea, como destaca a chef Roxana Blanca. Enfermeira aposentada no Rio de Janeiro, ela veio ao Recife ajudar o filho, o empresário Federico Bresani a realizar o sonho de montar um restaurante, que conta com decoração temática sofisticada.

No cardápio incrementado para o primeiro aniversário, destaque para os cebiches, tiraditos e piqueos. O Cebiche Misti (R$ 30) é composto de camarões num mix picante de ajís, acompanhado de batata doce, milho verde e finalizado com salsa criolla. Já o Wiracocha (R$ 37) vem com mexilhões, vieras, camarões e peixe branco no suco de limão com Palillio. Um dos novos hits é o típico Pastel de Choclo (R$ 28), torta de milho recheada com carne de porco, azeitonas azapa, passas e ovos.

El Gran Pulpo e o Ají de pato são alguns dos novos principais do menu. Créditos: José Henrique Moura/Divulgação
El Gran Pulpo e o Ají de pato são alguns dos novos principais do menu. Créditos: José Henrique Moura/Divulgação

Entre os principais, o Ají de pato (R$ 56) - magret de pato laminado ao molho cremoso de ají com arroz com quinoa e batatas temperadas com alecrim - conquista pelo sabor e apresentação. Os novos pratos com polvo servem duas pessoas, com destaque para El Gran Pulpo (R$ 96), molusco inteiro sobre purê de pimentão vermelho com pétalas de cebola roxa e batatas rústicas fritas. Já o Cau Cau de pulpo (R$ 110) é um tenro picadinho de polvo com batata inglesa em caldo de Palillio com hortelã.

Doces
Na hora da sobremesa, se ficar na dúvida entre tantas opções, peça a Saboreo dulce (R$ 32), um combo das três iguarias mais pedidas: churros, alfajores e suspiro a la limeña. Mas se quer um doce tradicional mesmo, vá de Leche asada brulée (R$ 14) - uma espécie de pudim preparado com leite, bauninha, ovos e açúcar levados ao forno por horas.

Atualmente cursando gastronomia, Federico pensa incrementar o cardápio, em breve, com típicos sanduíches peruanos. “O de guacamole é uma das minhas grandes paixões”. Ele destaca ainda o trabalho do barman Gabriel Henrique, que elaborou 15 drinques para a casa, sendo cinco deles com Pisco, bebida patrimônio dos peruanos. Para as confraternizações, uma boa pedida é compartilhar as jarras de um litro de Mojito (R$ 50), Sangria (R$ 60) e Chicha Drink (R$ 60).

Serviço
Siwichi Cebicheria Peruana
Endereço:
Rua do Cupim, 53, Graças
Telefone: (81) 3204-9921
Site: www.siwichicebicheria.com.br

Decoração temática e sofisticada rouba a cena no charmoso restaurante no bairro das Graças
Decoração temática e sofisticada rouba a cena no charmoso restaurante no bairro das Graças



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.