Bebida Nespresso aproveita "descoberta" de nova variedade de café e inova no menu Grão Maragogype é uma alusão à Maragogipe, cidade baiana onde foi encontrada a variedade

Por: Liana Sabo - Correio Braziliense

Publicado em: 11/11/2014 17:15 Atualizado em:


Ao lançar sua mais recente "descoberta" - o grão Maragogype Reserva Especial de 2014 - a Nespresso não deixou por menos: encarregou o casal mais badalado da gastronomia brasileira para elaborar receitas que usassem o delicado e único café. O chef espanhol Daniel Redondo e a gaúcha radicada em São Paulo, Helena Rizzo, detentora do título de melhor chef mulher deste ano, segundo a revista inglesa Restaurant, apresentaram o cardápio especial em seu restaurante Mani, na capital paulista.

O nome do grão de café é uma alusão à Maragogipe, cidade baiana onde foi encontrada a variedade. Conhecido por sua mutação natural, perceptível no tamanho avantajado e com variações da cor verde e marrom claro, foi apelidado de "grão elefante". Já o blend, é composto por grãos vindos de México, Guatemala, Nicarágua e Colômbia.
A chef Helena Rizzo elaborou uma receita diferente com café. Foto: Nespresso/Divulgação
A chef Helena Rizzo elaborou uma receita diferente com café. Foto: Nespresso/Divulgação

Para degustar o novo café, a empresa encomendou aos mestres da Riedel que desenvolvessem taças de cristal capazes de revelar o potencial aromático da bebida. Elas possuem diâmetros distintos, sendo o mais estreito para os cafés intensos e o mais largo para os equilibrados. Já estão no mercado tanto as cápsulas como as taças.

Confira a receita do Café Paixão, desenvolvida por Helena Rizzo

INGREDIENTES

200 g de creme de leite fresco
200 ml de leite
40 g de sementes de maracujá com a polpa
20 g de sementes de maracujá secas
110 g de açúcar
2,5 folhas de gelatina incolor
5 gemas
3 cápsulas de café Espresso Maragogype Reserva Especial, extraídas em 40 ml cada
100 ml de suco de maracujá
180 ml de água mineral
2,8 g de ágar-ágar
200 g de sorvete de mascarpone
6 lâminas de caramelo de café

ELABORAÇÃO

Creme de maracujá
Leve uma panela ao fogo com 200 ml de leite, 200 g de creme de leite fresco e o maracujá aquecendo até ferver. Retire do fogo e bata no liquidificador. Coe e acrescente ao líquido as 5 gemas peneiradas e 80 g de açúcar. Leve ao fogo brando e mexa lentamente até atingir a temperatura de 84º C. Acrescente as 2,5 folhas de gelatina incolor previamente hidratadas em água e gelo. Misture bem e faça banho-maria invertido por alguns minutos. Divida o creme em pratos sopeiros, tampe com papel plástico e leve à geladeira até que a gelatina coagule. Depois de pronto, acrescente algumas sementes de maracujá seco.

Gelatina de café
Misture 120 ml do café Maragogype Reserva Especial (3 cápsulas extraídas na medida Espresso de 40 ml), 80 ml de água, 10 g de açúcar e 1 g de ágar-ágar em uma panela e leve ao fogo até ferver. Mexa bem. Deixe esfriar um pouco e, antes que coagule, coloque uma colher bem cheia da gelatina sobre o creme de maracujá. Cubra toda a superfície com movimentos circulares. Reserve.

Geleia de maracujá
Leve panela ao fogo com 100 ml de suco de maracujá, 100 ml de água mineral, 20 g de açúcar e 1,8 g de ágar-ágar até ferver. Coloque o líquido em um recipiente e, em seguida, faça um banho-maria invertido até que coagule. Mexa bem e transfira a geleia para uma manga de confeiteiro. Reserve.

MONTAGEM

Sobre a superfície da gelatina de café, coloque alguns pontos da geleia de maracujá. Finalize com uma quenelle de sorvete de mascarpone e uma lasca de caramelo de café.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.