Crescimento Com maior alta em 11 anos, vendas de veículos sobem cerca de 15% em 2018

Publicado em: 27/02/2019 16:08 Atualizado em:

Foto: Reprodução/Pixabay
Foto: Reprodução/Pixabay
As vendas no mercado de veículos, motos, peças e partes de automóveis tiveram um crescimento considerável no Brasil, exatamente 15,1%, melhor indicador desde 2007, ano em que o avolumamento foi de 22,6%. É isso o que consta nos dados sobre vendas do comércio no Brasil, divulgados em 13 de fevereiro pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Essa intensificação é bastante positiva, não apenas pelo número obtido, mas também pelo fato de ter alcançado a maior marca dos últimos 11 anos, o que indica um mercado muito favorável para o setor 

Entenda quais motivos contribuíram para esses números e veja alguns dados históricos que ajudam a compreender como funciona esse mercado tão importante para a economia e o comércio do Brasil.

Por que a venda de veículos, motos, partes e peças aumentou?

Entre vários fatores que podem estar envolvidos nessa questão, dois se destacam: as condições privilegiadas de financiamento que vêm sendo oferecidas pelas montadoras, concessionárias e financeiras; e a redução massiva de 30% nos impostos sobre carros importados.

No mês de janeiro, deixou de existir o programa Inovar Auto, que resultava na incidência de taxas ainda mais elevadas para carros importados. Em seu lugar, foi adotado o programa Rota 2030, com incentivos e normas para os fabricantes de carros que devem ser seguidas pelos próximos 15 anos.

Ao analisar a flutuação das vendas de automóveis por ano em comparação com o período anterior, é possível entender a intensa oscilação desse mercado e qual é a importância da apresentação de bons resultados.

2001: -3,6%
2002: -17%
2003: -7,2%
2004: 17,8%
2005: 1,5%
2006: 7,2%
2007: 22,6%
2008: 11,9%
2009: aproximadamente 11%
2010: 14,1%
2011: 6,1%
2012: 7,3%
2013: 1,5%
2014: -9,4%
2015: -17,8%
2016: -14%
2017: -2,7%
2018: 15,1%

Logo, depois de um período de 4 anos com quedas nas vendas, 2018 fugiu dessa tendência decrescente e trouxe uma enorme expansão para o mercado.

Também, é importante ressaltar que qualquer tipo de redução tributária que incida sobre os veículos tende a trazer resultados expressivos, já que são bens de alto valor agregado, o que torna a economia mais notável.

Já nos resultados mensais de 2018, todos foram positivos:

Janeiro: 18,1%
Fevereiro: 20%
Março: 16%
Abril: 36,3%
Maio: 2,1%
Junho: 10,4%
Julho: 16,6%
Agosto: 15,8%
Setembro: 11%
Outubro: 20,1%
Novembro: 12,7%
Dezembro: 7,8%

Ainda que todos os meses tenham tido resultados positivos, o mês de maio foi um pouco menos intenso, o que pode ser explicado pelo elevado aumento de abril e também pela greve dos caminhoneiros, que mexeu com a economia em praticamente todas as suas instâncias.

Atualmente, o mercado automobilístico está muito positivo, com boas condições de financiamento e preços mais acessíveis em relação aos importados devido à queda dos juros, o que se mostra como um belo incentivo para os clientes.

Se você está interessado em aproveitar a ascensão das vendas neste segmento e comprar um novo carro em Limeira , Americana ou em outras cidades do interior de São Paulo, conte com a Comprecar. Trata-se de uma empresa do setor muito forte nessa região e possui opções para todos os gostos, bolsos e preferências, de modo que você consiga encontrar a opção perfeita para o que deseja.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.