DP Empresas Villa Sandino com novas propostas de negócios

Por: Luciana Morosini

Por: Rochelli Dantas - Diario de Pernambuco

Publicado em: 09/02/2019 11:00 Atualizado em: 07/02/2019 18:51

Felipe e Pedro Almeida vão ampliar  o serviço para formaturas. Foto: Paula Maestrali/Divulgacao  (Foto: Paula Maestrali/Divulgacao )
Felipe e Pedro Almeida vão ampliar o serviço para formaturas. Foto: Paula Maestrali/Divulgacao
A ideia inicial para o Villa Sandino era apenas a de abrir um restaurante, mas depois de ter o espaço inaugurado, em 2012, pouco a pouco a demanda espontânea por eventos corporativos passou a ganhar espaço, levando a empresa a investir também em outro braço do negócio. No final de 2014, o Buffet Villa Sandino passou a funcionar e, desde então, virou marca registrada em muitos eventos não só em Pernambuco, como de outros estados do Nordeste. Apesar da variedade de atendimento, o foco principal é nos casamentos, que representam mais de 50% da demanda do buffet. Mercado que não foi afetado pelos efeitos da crise, tanto que o Buffet Villa Sandino vem registrando crescimento ao longo dos anos e fechou 2018 com alta acima dos 30% sobre 2017. Para este ano, as expectativas são ainda mais positivas, com estimativa de incremento de 40%. Mas tudo isso é balizado pelas constantes novidades da empresa.

O restaurante foi inaugurado em 2012 no Espinheiro e logo começou a aparecer demanda por eventos corporativos no local, tanto que ao longo de 2013 e parte de 2014, a empresa também focou neste segmento – e segue até hoje, a ponto de o lugar só abrir para almoço, com as noites livres para receber eventos. Porém a procura não ficou restrita apenas para eventos empresariais e, no final de 2014, os negócios ganharam proporções maiores. “A gente já tinha demanda para casamentos e festas, mas acabava não aceitando porque era algo que precisava ser fechado dois anos antes e não queríamos nos comprometer tão para frente”, explica Felipe Almeida, que tem Pedro Almeida e Rafael Corrêa como sócios.

Mas os sócios logo entenderam que, diferente do mercado de eventos corporativos, que implica na dificuldade de entrar nas empresas, o de casamentos era algo mais acessível e em expansão.  “A gente fala direto com a noiva e é mais fácil de divulgar o nosso serviço”, conta Felipe. O buffet, então, se consolidou, cresceu em estrutura e hoje é capaz de realizar até cinco eventos em um mesmo dia no final de semana. Para garantir que o serviço funcione perfeitamente, no final de 2016 foi alugada uma casa na mesma rua do restaurante, onde foi montada uma cozinha industrial e toda infraestrutura de armazenamento.

Além disso, como cada evento demanda uma estrutura diferente, existem logísticas específicas para cada tipo de situação. Os caminhões para levar o buffet até o evento e a Kombi que faz as compras no Ceasa são terceirizados. “Por que vamos ter transporte próprio se o caminhão uso mais no final de semana e a Kombi duas vezes por semana? Eles iam ficar parados na rua e a gente gastaria muito mais. A gente prefere alugar e não temos limite, o nosso negócio é especializado em levar o buffet para onde a noiva quiser”, ressalta o sócio, acrescentando que o Buffet Villa Sandino já esteve presente em festas em Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Novo passo

Se as festas de casamento já foram um passo importante para o Buffet Villa Sandino, agora os sócios entram em um novo nicho de mercado e com expectativa de crescer ainda mais: o de formaturas. “Começamos a vender para este tipo de evento desde o ano passado e a primeira festa está programada para 2020. Esse já é outro patamar de evento porque são festas diferentes, para cerca de três mil pessoas”, diz Felipe Almeida. Inclusive, esta novidade é que será a responsável por manter o ritmo de crescimento da empresa neste ano.

Além dessa novidade, outras também despontam na empresa. Uma delas é o recente lançamento das ilhas nas festas. “Cada vez os noivos querem festas mais animadas no casamento e buscam algo mais dinâmico do buffet, então estamos oferecendo ilhas, que não ficam com aquela coisa da mesa com horário fixo e pode trazer opções variadas”, explica a gerente comercial Samira Alves. O Buffet Villa Sandino também passou a colocar em 2018 opções veganas no menu dos eventos.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.