compras Correios lançam serviço para compra no exterior; veja se vale a pena

Por: Fernando Jordão - Correio Braziliense

Publicado em: 01/02/2019 08:00 Atualizado em:

Batizada de Compra Fora, a plataforma disponibiliza um endereço nos EUA para que o comprador possa enviar a encomenda, antes de ela ser mandada, pelos Correios, ao Brasil. Foto: Reprodução/Pixabay
Batizada de Compra Fora, a plataforma disponibiliza um endereço nos EUA para que o comprador possa enviar a encomenda, antes de ela ser mandada, pelos Correios, ao Brasil. Foto: Reprodução/Pixabay
Os Correios lançaram na última terça-feira (29/1) um novo serviço que permite aos brasileiros comprarem produtos dos Estados Unidos, diretamente em sites norte-americanos. Batizada de Compra Fora, a plataforma disponibiliza um endereço nos EUA para que o comprador possa enviar a encomenda, antes de ela ser mandada, pelos Correios, ao Brasil.

A principal dúvida que deve surgir na mente dos consumidores é se o serviço vale a pena em termos financeiros. Para responder a essa pergunta, é preciso levar em consideração todas as taxas que formarão o preço final do produto. Além da conversão do dólar, há ainda as taxas de manuseio e envio e os impostos (incluindo o IOF nas compras feitas com cartão de crédito no exterior, que hoje é de 6,38%). 

É possível ter uma estimativa do valor final no site dos Correios. Com base nela, a reportagem comparou os preços de alguns produtos. Um iPhone Xs de 64Gb sairia por R$ 6.310,28 (com IOF) na entrega normal e R$ 6.354,86 na entrega rápida. No site oficial da Apple no Brasil, ele é vendido por R$ 7.299 em até 12x ou R$ 6.569,10 para pagamentos à vista, ambos com frete grátis. Ou seja, a diferença varia de R$ 214,24 a R$ 988,72, dependendo da forma de pagamento e da entrega escolhida.

Já o fone sem fio da Apple — os AirPods — são vendidos na loja oficial no Brasil por R$ 1.499 em até 12x ou R$ 1.349,10 à vista. Pelo Compra Fora, eles sairiam por 1.069,90 (já com IOF) na entrega padrão e R$ 1.099,80 na entrega rápida. A diferença, nesse caso, varia de R$ 249,10 a R$ 429,10. Vale ressaltar, porém, que — assim como no caso dos iPhones e de outros eletrônicos — existem lojas de importação que vendem esses produtos a preços menores que os da loja oficial. Os AirPods, por exemplo, chegam a ser encontrados por R$ 850.

O terceiro produto comparado foi uma câmera GoPro Hero 7 Black. Na entrega normal dos Correios, ela sairia por R$ 2.571,22 (com IOF). Na entrega rápida, o valor seria R$ 2.601,12. No Brasil, porém, o produto pode ser encontrado por um preço até menor. O preço padrão é de R$ 2.599. Com o desconto para pagamento à vista, o valor pode chegar a R$ 2.469,05.

Por último, a reportagem fez uma comparação de um livro, produto que é isento de impostos. Apesar disso, a compra pelos Correios não se mostrou uma boa opção. Por ela, na entrega padrão, a versão capa dura de Becoming — livro da ex-primeira-dama dos EUA Michelle Obama — sai por R$ 149,34 (com IOF), enquanto na entrega rápida ele custaria R$ 183,94. Na Amazon brasileira, a mesma versão (em inglês, inclusive), custa R$ 105,58, com frete grátis. Há ainda a opção de entrega no Brasil da Amazon norte-americana. Neste caso — o mais vantajoso no aspecto financeiro —, a obra sai por R$ 102,09, já com frete. Cabe destacar ainda que o site britânico Book Depository entrega seus produtos gratuitamente em qualquer lugar do mundo. Como livros não são tributados, não há risco de a encomenda ser confiscada na alfândega. O único empecilho é a demora na entrega.

Como funciona?
Para utilizar o Compra Fora, primeiro é necessário cadastrar-se no site. Com isso, o consumidor receberá um endereço nos Estados Unidos e um número identificador. Depois, basta comprar o produto que deseja — no site em que ele é vendido — e informar como endereço de entrega aquele fornecido pelos Correios.

Quando o produto for entregue no endereço norte-americano, o comprador é convocado a pagar os custos de manuseio e envio, bem como os impostos. Só então a mercadoria é encaminhada ao Brasil.

Não há cobrança de mensalidade ou inscrição para usar o serviço. É possível ainda fazer compras em vários sites e pedir que eles sejam enviados juntos ao Brasil. Nesse caso, é preciso pagar uma taxa para junção dos pacotes. As encomendas também só podem ficar gratuitamente por 15 dias no endereço nos EUA esperando outra chegar para ser enviada no mesmo pacote. Caso o prazo seja extrapolado, é cobrada uma outra taxa.

As encomendas podem ter, no máximo, 30kg e a soma delas não pode ultrapassar US$ 3 mil. Os consumidores não precisam se preocupar com a declaração aduaneira, que é feita pelos Correios. No entanto, a Receita Federal pode barrar a entrada das encomendas no país. Há, inclusive, uma lista de produtos proibidos que inclui, principalmente, alguns itens de origem animal e vegetal. Nesses casos, há uma análise para possível ressarcimento. Cabe lembrar que todo o caminho da encomenda pode ser acompanhado pela internet.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.