DAVOS Planalto retira da agenda declaração que Bolsonaro faria em coletiva em Davos

Por: AE

Publicado em: 23/01/2019 12:12 Atualizado em:

Foto: FABRICE COFFRINI / AFP
Foto: FABRICE COFFRINI / AFP
O Palácio do Planalto retirou da agenda oficial a declaração que o presidente Jair Bolsonaro faria, logo mais, em Davos. A princípio, os ministros Paulo Guedes (Economia) e Sérgio Moro (Justiça) dariam entrevista coletiva à imprensa e, na ocasião, Bolsonaro faria apenas uma declaração. 

O Planalto não informou o motivo da desistência, apenas informou que "por enquanto, está suspensa a declaração". 

Guedes chegou ao local onde está Bolsonaro e o ministro disse que falará com os jornalistas depois da conversa com o presidente. 

A entrevista coletiva dos ministros estava marcada para começar às 16 horas (13 horas de Brasília), mas ainda não há confirmação de que ela ainda está mantida.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.