Nomes Ministério da Economia publica nomeação de secretários O documento traz titulares de vários cargos, mas vincula os postos aos órgãos que foram extintos quando da criação do novo ministério

Por: Agência Brasil

Publicado em: 04/01/2019 14:15 Atualizado em: 04/01/2019 14:41

Foto: Marcello Casal jr/ Agência Brasil
Foto: Marcello Casal jr/ Agência Brasil
O novo governo publicou nesta sexta-feira (4) uma edição extraordinária do Diário Oficial da União (DOU) com nomeações em algumas pastas, incluindo o Ministério da Economia. 

O documento traz titulares de vários cargos, mas vincula os postos aos órgãos que foram extintos quando da criação do novo ministério. Por exemplo, foram nomeados: Erivaldo Alfredo Gomes, para secretário de Assuntos Internacionais do Ministério da Fazenda; Adolfo Sachsida, para secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda; Gleisson Cardoso Rubin, para secretário executivo adjunto do Ministério do Planejamento; Caio Megale, para secretário de Comércio e Serviços do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços; Leonardo José Rolim Guimarães, para secretário de Previdência do Ministério da Fazenda; e Bruno Bianco Leal, para secretário de Relações do Trabalho do Ministério do Trabalho. 

No caso do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) que foi transferido para a estrutura do Ministério da Justiça, também houve uma nomeação, a de Ricardo Liáo, como diretor de Inteligência Financeira e Supervisão, porém o decreto vincula o colegiado ainda ao Ministério da Fazenda, ao qual o Coaf era subordinado antes da gestão de Jair Bolsonaro. 

A vinculação dos cargos aos órgãos antigos vêm ocorrendo desde as primeiras nomeações da equipe do novo governo, principalmente na pasta da Economia, que reúne as atribuições que pertenciam aos extintos ministérios da Fazenda, do Planejamento e da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. A pasta absorveu ainda parte das funções do extinto Ministério do Trabalho. 

Além da Economia, a edição extra do DOU publica nomeações na Casa Civil, Presidência da República, Secretaria-Geral, Agricultura e Justiça.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.