Boletim Focus Taxa básica de juros recua de 7,50% para 7,25% ao ano, segundo analistas A projeção para a Selic no fim de 2020 não foi alterada e manteve-se em 8,00%, número repetido pelos economistas há oito semanas

Por: Agência Estado

Publicado em: 24/12/2018 08:43 Atualizado em:

Após a última decisão de 2018 sobre os juros anunciada há duas semanas, economistas do mercado financeiro alteraram suas projeções para a Selic (a taxa básica) para o fim de 2019. O Relatório de Mercado Focus trouxe hoje que a mediana das previsões para a Selic no próximo ano caiu de 7,50% para 7,25%. Há um mês, analistas previam 7,75%.

A projeção para a Selic no fim de 2020 não foi alterada e manteve-se em 8,00%, número repetido pelos economistas há oito semanas. No caso de 2021, a projeção também seguiu em 8,00%, pela 77ª pesquisa seguida.

Neste mês, o Comitê de Política Monetária (Copom) anunciou a manutenção, pela sexta vez consecutiva, da Selic em 6,50% ao ano. Ao mesmo tempo, o BC indicou que o juro tende a permanecer no atual nível - o mais baixo da história - pelo menos nos primeiros meses do governo de Jair Bolsonaro. Entre as indicações, o colegiado avaliou que, desde o encontro anterior, de outubro, houve alta do risco de a ociosidade na economia produzir inflação abaixo do esperado.

Para o grupo dos analistas consultados que mais acertam as projeções (Top 5) de médio prazo, a mediana da taxa básica em 2019 caiu de 7,00% ao ano para 6,50%, ante 7,00% de um mês antes. No caso de 2020 e 2021, a previsão seguiu em 8,00%. Há um mês, a expectativa era de juro a 8,00% no fim de 2020 e 8,00% em 2021.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.