DP Empresas Diagnósticos do Brasil inaugura unidade em Pernambuco Espaço para processamento de exames do laboratório faz parte de aporte de R$ 50 milhões

Por: Luciana Morosini

Publicado em: 22/12/2018 08:00 Atualizado em: 22/12/2018 09:50

Unidade pernambucana irá gerar mais de 100 oportunidades de empregos. Foto: DB/Divulgação
Unidade pernambucana irá gerar mais de 100 oportunidades de empregos. Foto: DB/Divulgação
O Diagnósticos Brasil, um dos três maiores laboratórios de apoio do país, voltou suas atenções para o Nordeste e Pernambuco saiu ganhando com a decisão. Pela posição estratégica na região e por ser um hub de voos, o Recife foi a cidade eleita para receber um investimento da empresa com a inauguração de uma unidade técnica da rede de laboratório, que faz o processamento de exames. A ideia é estar mais próximo dos clientes do Norte e Nordeste e também garantir mais agilidade nos resultados. A unidade pernambucana vai gerar mais de 100 empregos e faz parte dos R$ 50 milhões investidos pelo grupo no Brasil.

A rede já atendia anteriormente as regiões Norte e Nordeste, mas as amostras eram enviadas para as demais unidades no Sul e Sudeste do país, já que não havia nenhuma mais próxima. Para eliminar parte do processo, o Diagnósticos Brasil (DB) decidiu investir no Nordeste, abrindo as portas através de Pernambuco. “Desta forma, vamos ganhar muito nos prazos. Vamos eliminar a questão do tempo porque vamos poder processar os exames aqui. Para o Recife, Região Metropolitana e alguns interiores, serão eliminadas pelo menos 20 horas na espera”, explica Tobias Thabet Martins, o diretor Comercial do DB. Além do prazo, a rede ganha também na estabilidade das amostras, já que diminui o deslocamento delas.

A unidade recifense tem 3.600 metros quadrados e a expectativa é chegar a 150 colaboradores até o final do ano e a 200 até o final do primeiro semestre de 2019. Ela vai servir para processar parte dos exames, com funcionamento 24 horas por dia nos sete dias da semana. “A gente funciona como uma extensão da área técnica dos nossos parceiros, como laboratórios e hospitais”, detalha o diretor. O espaço tem capacidade para processar cinco milhões de exames por mês e agora, no início das atividades, vai começar processando 1,5 milhão. “A gente cresce, em média, 50% ao ano. Então, a expectativa é que daqui a três ou quatro anos a gente trabalhe na capacidade máxima”, completa.

A atual capacidade operacional do Diagnósticos Brasil é de sete milhões de exames por mês. Porém, com os investimentos que estão sendo aportados, a estimativa é alcançar 15 milhões de exames processados por mês. Isso porque, além da abertura da nova unidade no Recife, o aporte de R$ 50 milhões também foi para reformular o DB Molecular, em São Paulo, o DB Patologia, em Sorocaba, além das unidades de São Paulo e Curitiba. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.