GOVERNO BOLSONARO Pedro Guimarães aceita convite para presidir a Caixa Econômica Federal Guimarães é especialista em privatizações e trabalhou no BTG Pactual ainda quando o futuro ministro da Economia era sócio do banco de investimento

Por: AE

Publicado em: 22/11/2018 07:56 Atualizado em:

Foto: Daniel Ferreira/CB/D.A Press
Foto: Daniel Ferreira/CB/D.A Press
O economista Pedro Guimarães, sócio do banco de investimentos Brasil Plural, aceitou o convite do futuro ministro da Economia Paulo Guedes para comandar a Caixa Econômica Federal, apurou o Broadcast. Inicialmente, ele foi convidado para presidir o banco estatal ou para assumir a Secretaria de Privatizações, que será criada na governo Bolsonaro, mas teria decidido, ontem, pela Caixa. Procurado, Guimarães não comentou. 

No fim da tarde, questionado sobre o nome do economista para o banco estatal, Guedes disse a jornalistas que não estava definido. 

Guimarães é especialista em privatizações e trabalhou no BTG Pactual ainda quando o futuro ministro da Economia era sócio do banco de investimento. Ele é um dos executivos do mercado financeiro que fazem parte do grupo de voluntários que estão em Brasília para ajudar na transição do novo governo. Na equipe, é um dos responsáveis por fazer o levantamento das estatais que podem ser vendidas na gestão Bolsonaro. O Banco Brasil Plural e o Bank of America Merril Lynch fizeram recentemente um estudo apontando que o governo pode levantar de R$ 500 bilhões a R$ 800 bilhões só com a venda de estatais. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.