governo de transição Ivan Monteiro, da Petrobras, é cotado para assumir o Banco do Brasil A proposta foi feita a Monteiro pelo futuro ministro da Economia, Paulo Guedes

Por: AE

Publicado em: 19/11/2018 11:53 Atualizado em:

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
O futuro governo deseja que o atual presidente da Petrobras, Ivan Monteiro, permaneça na administração Jair Bolsonaro. Há conversas para que ele assuma o comando do Banco do Brasil. A proposta foi feita a Monteiro pelo futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, apurou o jornal O Estado de S. Paulo.

Caso essa negociação se confirme, o comando da Caixa poderia ficar nas mãos de Rubem Novaes, ex-diretor do BNDES e professor da FGV, ou de Pedro Guimarães, sócio do Banco Brasil Plural, explicou uma fonte que tem conhecimento direto das tratativas.

Na manhã desta segunda-feira, 19, foi confirmado pela assessoria de Guedes que o economista Roberto Castello Branco aceitou o convite para assumir o comando da estatal petroleira. A informação foi antecipada pelo jornal O Estado de S. Paulo.

A Petrobras enviou nota ao mercado nesta segunda em que confirma que Ivan Monteiro deixará a companhia a partir de 1.º de janeiro de 2019. 

O trabalho de Monteiro à frente da Petrobras era bem avaliado por Guedes e havia disposição para que ele seguisse no comando da petroleira. Ivan Monteiro mostrou-se, contudo, reticente em permanecer por mais um período na estatal.

De acordo com relato feito à reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, ele argumentou a Guedes que o trabalho de reestruturação financeira já havia sido feito na companhia e descreveu o desgaste a que se submeteu nos últimos anos como empecilho para sua confirmação.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.