Substituto Ilan Goldfajn felicita governo eleito pela indicação de Campos Neto ao BC

Por: AE

Publicado em: 15/11/2018 18:45 Atualizado em:

O Banco Central publicou uma nota em que o presidente Ilan Goldfajn felicita seu possível sucessor, o economista Roberto Campos Neto. No texto, Ilan também manifestou seu apoio ao projeto de autonomia da autoridade monetária e afirmou que seu afastamento do banco ocorre por motivos pessoais. "Profissional experiente e reconhecido, com ampla visão sobre o sistema financeiro e a economia nacional e internacional, Roberto Campos Neto conta com seu apoio (de Ilan) e sua confiança no futuro trabalho à frente do BC", diz a nota.

Na tarde desta quinta-feira, 15, o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou a indicação de Campos Neto para o cargo. O economista, que hoje é diretor do Santander, ainda precisa passar por sabatina no Senado. Ilan afirmou, no comunicado, que permanecerá à frente da autoridade monetária, por pedido do próximo governo, até o nome de seu sucessor ser apreciado pelos senadores.

O atual presidente do BC disse também que continuará trabalhando para que os parlamentares aprovem o texto de autonomia do BC ainda neste ano. "A eventual aprovação da lei, com mandatos fixos e intercalados dos membros da sua diretoria (presidente e diretores), permitirá um futuro onde as transições do BC e do governo ocorram em momentos distintos, com conhecidos benefícios para a economia."

"A atual gestão do BC tem se empenhado na aprovação da lei de autonomia com mandatos de tempo fixos, mas sempre com o intuito de valer para a próxima diretoria", acrescentou.

Ilan ressaltou as "sinalizações recentes sobre política econômica feitas pela futura administração federal e as importantes indicações a cargos públicos na área, que visam o crescimento, com inflação baixa e estável".

Ainda no comunicado, o presidente do BC disse que tomará as providências para garantir a "melhor transição" e que a diretoria da autoridade monetária permanecerá à disposição de Campos Neto. (Luciana Dyniewicz).



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.