inflação Construção civil tem inflação de 0,43% em outubro, mostra IBGE Nordeste registrou uma inflação menor que o Norte e maior que o Sudeste

Por: Agência Brasil

Publicado em: 07/11/2018 09:55 Atualizado em:

Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil
Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil
A inflação da construção civil desacelerou no mês de outubro, mas o índice acumulado em 12 meses cresceu. O dado, medido pelo Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), foi divulgado hoje (7) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O indicador teve variação de 0,43% em outubro, percentual 0,02 ponto percentual inferior à alta registrada em setembro. Em outubro de 2017, a inflação foi de 0,16%

Com o resultado de outubro, a soma da inflação da construção civil em 12 meses chegou a 4,61%. No período de 12 meses que terminava em setembro, esse total era de 4,33%.

O custo nacional da construção civil chegou a R$ 1.108,75 por metro quadrado em outubro, sendo R$ 574,70 relativos aos materiais de construção, e R$ 543,05, à mão de obra contratada. A inflação para os materiais foi de 0,69%, enquanto a da mão de obra ficou em 0,16%.

O índice que acompanha os preços da construção teve sua maior variação na Região Norte, com alta 1,83%. No Pará, a variação mensal chegou a 3,16%, e em Tocantins, a 2,09%. Segundo o IBGE, o resultado nesses dois estados se deve aos reajustes previstos nas convenções coletivas de trabalhadores.

A Região Sudeste teve uma variação de 0,06% em outubro, com deflação no estado de São Paulo, onde o índice variou negativamente em 0,22%. Centro-Oeste (1,01%), Sul (0,26%) e Nordeste (0,41%) registraram uma inflação menor que o Norte e maior que o Sudeste.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.