PRORROGAÇÃO Congresso prorroga prazo de vigência de MP que adia reajuste de servidores O governo federal estima que o adiamento dos aumentos deve gerar uma economia de R$ 4,7 bilhões

Por: AE

Publicado em: 25/10/2018 08:46 Atualizado em:

Foto: Arquivo/Agência Brasil
Foto: Arquivo/Agência Brasil
O Congresso Nacional prorrogou por mais 60 dias o prazo de vigência da Medida Provisória 849, de 31 de agosto de 2018. A MP adia o reajuste salarial dos servidores civis federais de 2019 para 2020. Quando foi anunciada, o governo federal estimou que o adiamento dos aumentos deve gerar uma economia de R$ 4,7 bilhões. O ato que prorroga a vigência da MP está publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira, dia 25.

Em outro ato, o Congresso informa que a Medida Provisória 841 teve seu prazo de vigência encerrado na última terça-feira, 23. A MP 841 destinava R$ 1,2 bilhão para o Fundo Nacional de Segurança Pública, reduzindo recursos de outras pastas, o que gerou uma reação negativa à época da edição da medida, principalmente na área de Esporte. O governo já tinha prometido revogar a MP, que agora acabou caducando.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.