JUROS BC: medidas para aumentar concorrência já ajudam a reduzir juros Entre as medidas estão a flexibilização das aplicações dos recursos de poupança no crédito imobiliário, o incentivo ao uso do cartão de débito e portabilidade de conta salário

Por: Agência Brasil

Publicado em: 03/10/2018 11:09 Atualizado em:

Carlos Viana de Carvalho, diretor de Política Econômica do Banco Central. Foto: Beto Nociti/Divulgação BC
Carlos Viana de Carvalho, diretor de Política Econômica do Banco Central. Foto: Beto Nociti/Divulgação BC
As medidas do Banco Central (BC) para aumentar a concorrência no mercado de crédito do Brasil já começaram a surtir efeito, disse o diretor de Política Econômica do Banco Central (BC), Carlos Viana, na abertura do Seminário de Estabilidade Financeira e Economia Bancária do Banco Central , hoje (3) em São Paulo.

Viana citou medidas como o incentivo e a regulamentação de fintechs (empresas de inovação no setor financeiro), a criação da Taxa de Longo Prazo (TLP) para os empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a flexibilização das aplicações dos recursos de poupança no crédito imobiliário, o incentivo ao uso do cartão de débito e portabilidade de conta salário.

“Essas iniciativas já começaram a contribuir para a queda das taxas de juros do crédito no Brasil de maneira sustentável, e é importante que perseveremos nessa agenda”, afirmou o diretor.

Segundo ele, durante o seminário serão discutidos temas para “atacar, de forma estrutural e sustentável, as causas que tornam alto o custo do crédito no Brasil”. Entre os temas em debate estão o custo operacional e regulatório, a escassez de boas garantias e o recolhimento compulsório.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.