Tempo 5,7 milhões com menos de 60 anos têm até dia 28 para sacar PIS-Pasep O prazo para retirar os recursos termina na sexta-feira da semana que vem. O saque pode ser realizado na Caixa Econômica Federal ou no Banco do Brasil

Por: Correio Braziliense

Publicado em: 19/09/2018 19:41 Atualizado em:

Foto: Breno Fortes/CB/D.A Press (Foto: Breno Fortes/CB/D.A Press)
Foto: Breno Fortes/CB/D.A Press
Os cotistas com menos de 60 anos têm até a sexta-feira da semana que vem para sacar o PIS-Pasep. O prazo para retirar os recursos vai até 28 de setembro. O saque pode ser realizado na Caixa Econômica Federal ou no Banco do Brasil. 

Cerca de 5,7 milhões de pessoas ainda não se dirigiram às agências dos bancos, segundo o Ministério do Planejamento. “Conforme determina a Lei 13.677/2018, a partir do dia 29/09/18 os saques voltarão a ser permitidos somente para os cotistas que atendam a um dos critérios habituais: pessoas com 60 anos ou mais, aposentados, herdeiros de cotistas, pessoas em situação de invalidez ou acometidos por doenças específicas”, explicou a pasta. 

Até então, foram pagos R$ 17 bilhões aos trabalhadores que atuaram entre 1971 e 1988 desde o início do processo de flexibilização dos saques do PIS-Pasep — de outubro de 2017 até esta quarta-feira (19). No total, 28,5 milhões de pessoas tinham direito de receber, sendo que 15,5 milhões foram buscar o dinheiro, ou seja, 55% de todo o montante. 

As pessoas com menos de 60 anos representam a maior parte dos cotistas dos fundos, correspondendo a 16,3 milhões de trabalhadores. “Atenta à janela temporal de flexibilização, boa parte desse público já recebeu o dinheiro. Até domingo passado, 16/09, aproximadamente 2/3 do total havia resgatado o dinheiro, porém, 1/3 do público (5,7 milhões de pessoas) ainda pode ir às agências da Caixa (cotistas do PIS) ou do Banco do Brasil (cotistas do Pasep) para fazer o saque. Mas isso só será possível até o dia 28/09”, ressaltou o Ministério do Planejamento. 

Pagamento

Dos R$ 17 bilhões já pagos aos cotistas, cerca de 8,5 R$ bilhões foram transferidos por meio de depósito automático em suas contas correntes. O processo de transferência pode ser realizado a todos os principais bancos após uma parceria entre o Ministério do Planejamento e a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban).

“É importante ressaltar que, devido a questões de segurança e a divergências cadastrais, cerca de 5 milhões de cotistas com CPFs válidos não receberão os depósitos automáticos. Por isso, vale mais uma vez o alerta: cotistas com menos de 60 anos, interessados em ter acesso imediato ao dinheiro, não devem deixar para última hora. Procurem as agências da Caixa e do Banco do Brasil até 28/09/2018”, enfatizou o ministério.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.