Nesta segunda Procon-PE fiscaliza empresa PetroMega O órgão busca esclarecer quanto a nota veiculada nas redes sociais no último sábado, alertando a população para a possibilidade de paralisação no abastecimento de combustíveis no estado

Publicado em: 03/09/2018 09:29 Atualizado em:

O Procon  Pernambuco faz uma fiscalização nesta manhã de seunda-feira (3) na sede da empresa PetroMega, na Avenida Mascarenhas de Moraes, na Imbiribeira. O órgão está em busca de esclarecimentos quanto a nota veiculada nas redes sociais no último sábado, que alertava a população para a possibilidade de paralisação no abastecimento de combustíveis no estado. 
Por conta disso, a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) esclarece que, provocar alarme, anunciando perigo inexistente, ou praticar qualquer ato capaz de produzir pânico ou tumulto é crime previsto no Art. 41, da Lei de Contravenções Penais (LCP), sob pena de prisão simples, de quinze dias a seis meses, ou multa.  

Diante da repercussão, a Diretoria dos Postos PetroMega, encaminhou nota por email informando que, em nenhum momento, a rede de Postos quis gerar qualquer tipo de transtorno entre seus clientes e seguidores do perfil no Instagram. O informativo postado pela PetroMega teve base em um comunicado liberado pela União dos Caminhoneiros do Brasil (UDC), dia 31 de agosto de 2018. No texto, os caminhoneiros alertam para uma nova mobilização. Inclusive, este posicionamento dos caminhoneiros foi divulgado em matérias de grandes veículos de comunicação. 

Segundo a nota, a intenção dos Postos PetroMega, ao publicar o comunicado, "foi de informar a seus seguidores que seu atendimento estaria reforçado para atendê-los e que, diante da possibilidade levantada, tinha sido ampliada, antecipando qualquer imprevisto. Prova da boa-fé de nosso comunicado é que os preços dos combustíveis em nossas bombas continuam os mesmos". 

"Lamentamos a quem interpretou de outra maneira o comunicado, mas nossa intenção foi a de sempre estar próximo de nosso cliente, mantendo o laço de comunicação de um grupo que sempre zelou por essa proximidade. Nós, da rede de Postos PetroMega, como todos os brasileiros, torcemos pela resolução definitiva do impasse entre os caminhoneiros e a ANTT, para que nosso País siga em direção ao crescimento, pautado pela força do trabalho e honestidade em todos os setores". 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.