DP NOS BAIRROS Caxangá vai receber residencial Minha Casa Minha Vida Corredor de ligação entre vários bairros e até mesmo do Recife às cidades de Camaragibe e São Lourenço, região vai receber residencial da MRV

Por: Patrícia Monteiro

Publicado em: 30/08/2018 09:00 Atualizado em: 30/08/2018 09:20

MRV acredita que leque de benefícios do empreendimento atrai consumidores. Foto: MRV/Divulgação
MRV acredita que leque de benefícios do empreendimento atrai consumidores. Foto: MRV/Divulgação
Quando se pensa em Caxangá, é inevitável lembrar da longa e movimentada avenida com mais de 3,2 km de extensão que carrega esse nome. A denominação, entretanto, abrange mais do que isso: define um bairro no entorno da via, localizado a 11km do Centro do Recife, levando até municípios como Camaragibe e São Lourenço da Mata, e possui uma população estimada de aproximadamente 9.634 habitantes, de acordo com o site da Prefeitura do Recife.

Pensando nesse perfil, a MRV Construtora aposta no lançamento de um empreendimento residencial no segmento Minha Casa Minha Vida. O Greenville, ainda sem data prevista para o início da construção, será erguido em um terreno de mais de 21 mil metros quadrados na Avenida Joaquim Ribeiro. O tempo médio de conclusão é de 45 meses após a assinatura com o banco. A empresa, que atua nas faixas 1, 2, 3 e 5 do Minha Cada Minha Vida, oferecerá 298 unidades para o programa.

O Greenville será localizado em frente a uma estação BRT, próximo à Praça Amaro Albino Pimentel e ao Parque de Camaragibe, com supermercados, lojas e escolas no entorno. Os apartamentos possuem dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço. O valor de partida é de R$ 160 mil. Além disso, durante a obra, estão previstas ações de melhoria na área do condomínio, com projeto paisagístico e acessibilidade nas calçadas.

O residencial será equipado com área de lazer e monitoramento de segurança 24 horas. Os apartamentos terão dispositivos elétricos e hidráulicos para reduzir o consumo de água e eletricidade. Segundo o gestor comercial da MRV em Pernambuco, Diogo Lemos, outro diferencial é o uso de energia solar nos espaços comuns, que traz economia estimada em 80% na conta e reduz os impactos ao meio ambiente. “O empreendimento contará com painéis de energia fotovoltaica nos telhados, uma fonte renovável e limpa”, atesta Diogo.

A construtora também estimula o projeto de bicicletas compartilhadas com dinâmica de uso semelhante à adotada nos carrinhos de compras, a serem retiradas pelos condôminos com um cartão magnético. Haverá, ainda, conectividade wi-fi nas áreas comuns, tomadas com entrada USB, sistema de segurança e medição individualizada de água. Destaque também para os espaços Gourmet e Kids, salão de festas, playground, pomar e área fitness. 

O lançamento faz parte da meta da incorporadora mineira, com 38 anos de existência, de lançar 5.167 imóveis em Pernambuco com aporte de R$ 500 milhões até o fim do ano e valor geral de vendas potencial de R$ 821 milhões. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.