Privatização Eletrobras privatiza uma de suas seis distribuidoras de energia Empresa ofereceu um índice combinado de deságio de flexibilização tarifária

Por: Agência Estado

Publicado em: 26/07/2018 14:15 Atualizado em: 26/07/2018 14:31

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
O leilão de privatização da Cepisa, distribuidora do Piauí atualmente operada pela Eletrobras, foi encerrado nesta manhã de quinta-feira (26), tendo como vencedora a Equatorial Energia, única proponente do certame. A empresa, que já opera as distribuidoras do Pará (Celpa) e do Maranhão (Cemar), ofereceu um índice combinado de deságio de flexibilização tarifária e outorga de 119, arrancando palmas dos presentes no auditório da B3, onde ocorreu a sessão pública de abertura dos envelopes.

O índice significa que a companhia ofertou desconto de 100% sobre flexibilização tarifária calculada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para a nova concessão da distribuidora e ainda propôs um valor de outorga de 19%, garantindo recursos para a União. A expectativa inicial do mercado era de que a disputa ficaria sobre o desconto tarifário

A Equatorial comprou a empresa por um valor simbólico de R$ 50 mil pelas ações da companhia e ao mesmo tempo vai realizar um aumento de capital na empresa no valor de R$ 720,9 milhões. Adicionalmente, ainda vai desembolsar o valor de outorga a ser pago, ainda não divulgado oficialmente.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.