finanças IR: restituição é chance para quitar dívidas, aconselham especialistas Das pessoas com direito à restituição, mais de 1,5 bilhão são idosos com mais de 60 anos de idade

Por: Correio Braziliense

Publicado em: 10/07/2018 07:16 Atualizado em:

Colocar a situação financeira da família em ordem é a dica de especialistas em economia. Foto: Reprodução/internet
Colocar a situação financeira da família em ordem é a dica de especialistas em economia. Foto: Reprodução/internet

A Receita Federal liberou ontem a consulta do segundo lote de restituições do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) de 2018. Nesta etapa estão sendo contemplados 3,36 milhões de contribuintes, com a liberação de R$ 5 bilhões. O pagamento será feito em 16 de junho.

Das pessoas com direito à restituição, mais de 1,5 bilhão são idosos com mais de 60 anos de idade, pessoas com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e contribuintes cuja maior fonte de renda é o magistério.

Para quem ainda não sabe o que fazer com o dinheiro da restituição, especialistas afirmam que pode ser um bom momento para quitar dívidas em atraso. 

“Depois de colocar na ponta do lápis todos os gastos previstos até o fim do ano, a primeira coisa a pensar é utilizar o dinheiro no pagamento das dívidas e colocar a situação financeira da família em ordem”, destacou o educador financeiro Jônatas Bueno. “O dinheiro pode não ser muito, mas ajuda a quitar aquele empréstimo ou despesa que extrapolou o limite de gastos”, acrescentou.

De acordo com Bueno, a restituição pode servir também para realizar sonhos de médio ou longo prazos. “Quem está com as dívidas em dia pode aproveitar o dinheiro para fazer uma viagem programada pela família, ou trocar o carro”, indicou. “Vale também pensar além e investir os recursos em aplicações financeiras que vão contribuir para alcançar projetos maiores, como a compra da casa própria”, afirmou.
Continua depois da publicidade

Problemas no site

Apesar da liberação, contribuintes que tentaram consultar o segundo lote da restituição do IRPF encontraram dificuldades para acessar o site da Receita ontem de manhã. De acordo com a assessoria do órgão, o site encontrava-se fora do ar devido ao grande número de acessos, mas à tarde, a situação já estava completamente normalizada. 

A orientação é que o contribuinte tente o acesso por mais de um navegador. Caso o problema persista, a consulta pode ser feita também pelo Receitafone (146). Durante a ligação, basta escolher a opção 3. Se o contribuinte desejar informações sobre o lote residual de 2016, é preciso digitar o número 16.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.