Edital FPS e Imip lançarão edital em busca de startups na área de saúde Publicação será no segundo semestre, oferecendo oportunidades de programas de aceleração para empresas com projetos na área

Por: Rochelli Dantas - Diario de Pernambuco

Publicado em: 30/06/2018 08:00 Atualizado em:

Parceria prevê ainda a reforma de prédio para instalação de um Centro de Inovação. Foto: Divulgação/FPS (Foto: Divulgação/FPS)
Parceria prevê ainda a reforma de prédio para instalação de um Centro de Inovação. Foto: Divulgação/FPS
A Faculdade Pernambucana de Saúde (FPS) e o Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP) lançarão no segundo semestre uma chamada pública para startups que possuam projetos na área de saúde e educação. A ideia é oferecer programas de pré-aceleração e incubação para startups em estágio inicial e aceleração para as mais maduras. Inicialmente, a pretensão é selecionar entre cinco e dez empresas. Este será o primeiro passo do lançamento de um Centro de Inovação dedicado ao incentivo do empreendedorismo voltado para transformar esses setores.

De acordo com o presidente do Imip e coordenador acadêmico da FPS, Gilliatt Falbo, a chamada pública terá como objetivo convocar as empresas para que, a partir daí, sejam traçadas as parcerias que poderão ser fechadas dentro da proposta apresentada. “O edital vai selecionar projetos para que eles sejam impulsionados. Pode ser que haja um produto pronto e o empreendedor precise de um campo para testar. Ou podemos ajudar a validar o produto. Ou ainda o empresário já tem um produto pronto e precisa de nós para colocar no mercado, precisa usar o nosso networking”, detalha.

As empresas selecionadas contarão com serviços de assessoria e mentorias em diversas áreas, escritórios, salas de reuniões e auditório. “Também terão acesso a todo o know-how dos profissionais e pesquisadores do Imip e da FPS para solucionarem problemas e desafios, desenvolver, prototipar e validar seus produtos, o que possibilitará uma rica troca de experiências com profissionais de saúde, da educação e pacientes”, diz Gilliatt Falbo.
A elaboração e lançamento do edital acontece em paralelo à preparação do centro, que funcionará em um prédio que está sendo reformado na Imbiribeira. A proposta do empreendimento é conectar, formar e inspirar startups, pesquisadores, profissionais de saúde e de educação, estudantes, empreendedores e inventores a desenvolverem novos produtos, tecnologias, soluções e serviços que possam trazer impactos no desenvolvimento educacional e nos tratamentos de saúde. O complexo ainda contará com uma clínica escola nas áreas de enfermagem, farmácia, fisioterapia, medicina, nutrição, odontologia e psicologia.

Segundo o diretor acadêmico da FPS, Carlos Figueira, o Centro de Inovação terá uma estrutura voltada para estimular, agilizar e favorecer o ambiente de inovação e o desenvolvimento de novos negócios, além de um espaço de coworking que será aberto ao público. “Sempre estudamos formas de manter nossos serviços modernizados. Agora é a hora de construirmos um legado concreto de benefícios para a sociedade”, explica.
Os planos incluem ainda a instalação de um Centro de Simulação Realística onde será possível simular análises clínicas que os estudantes e profissionais poderão vivenciar nos cenários de prática da saúde. “A inteligência artificial, a engenharia genética, a realidade aumentada, a robótica, entre outros avanços tecnológicos, vão impactar profundamente as práticas de saúde, na qualidade de vida e nos costumes e hábitos da sociedade num futuro bastante próximo. Estamos nos preparando para isso”, ressalta Gilliatt Falbo.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.