ANEEL Leilão de linhas de transmissão é interrompido pela segunda vez Início estava previsto para 9h na Bolsa de Valores de São Paulo, mas foi suspenso até as 10h, horário em que chegou a ser retomado. No entanto, às 10h20, foi suspenso mais uma vez

Por: Agência Brasil

Publicado em: 28/06/2018 10:48 Atualizado em:

Foto: Arquivo Agência Brasil
Foto: Arquivo Agência Brasil
O leilão promovido hoje (28) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) enfrenta problemas devido à decisão liminar proferida pela Justiça Federal. O início estava previsto para as 9h na B3, bolsa de valores de São Paulo, mas foi suspenso até as 10h, horário em que chegou a ser retomado. No entanto, às 10h20, foi suspenso mais uma vez.

A decisão foi em favor da Jaac Materiais e Serviços, empresa interessada no lote 3 do certame, referente às linhas de transmissão no Ceará e Rio Grande do Norte. Um arranjo foi feito para negociar os 20 lotes, deixando o terceiro lote, ao qual a Jaac tem interesse, por último. Porém, de acordo com a Aneel, ainda é preciso verificar se essa possibilidade é válida judicialmente.

O diretor da Aneel, André Pepitone, explicou que a Jaac ficou de fora do leilão por não apresentar as garantias necessárias para a sua participação. Segundo ele, a Advocacia-Geral da União negocia com a empresa, já que a intenção da Jaac é entrar no leilão. “A decisão é na linha de garantir a participação dela e não suspender o certame”, disse o diretor da Aneel, André Pepitone.

No leilão, serão negociados 20 lotes de linhas de transmissão de energia elétrica, que deverão gerar R$ 6 bilhões em investimentos e aproximadamente 13,6 mil empregos. Há ainda a expectativa de que o consumidor venha a pagar menos pelo consumo de energia.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.