Comportamento Apelidos de juízes e procuradores da Lava-Jato: Mazzaropi, Maguila, Bispo Mazzaropi foi o apelido dado por empresários investigados ao juiz Sérgio Moro. Saiba como eram chamadas outras figuras do Judiciário

Por: Denise Rothenburg

Publicado em: 11/06/2018 14:38 Atualizado em: 11/06/2018 14:42

O comediante Mazzaropi inspirou a alcunha de Sérgio Moro. (foto: Reprodução)
O comediante Mazzaropi inspirou a alcunha de Sérgio Moro. (foto: Reprodução)

Quando foram divulgadas planilhas de empreiteiras que, segundo o Ministério Público Federal, mostravam pagamentos ilegais a diversos políticos, vieram a público uma série de apelidos pelos quais figuras públicas da República eram chamadas pelos empresários. O senador Aécio Neves (PSDB-MG) era o Mineirinho; o ex-ministro Antônio Palocci, Italiano; o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Siva, Amigo e por aí vai. 

Porém, não foram apenas os receptores de propinas que receberam apelidos do pessoal das empreiteiras. Empresários presos na Lava-Jato que já deixaram a cadeia começam a espalhar como chamavam os procuradores e juízes. 

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Lava-Jato na primeira instância, era "Mazzaropi". Os delegados da Polícia Federal também não escaparam. Rosalvo Ferreira Franco, que chefiou o início da Lava-Jato no Paraná, era "Maguila". E Márcio Adriano Anselmo, "Freddy Mercury".

Os apelidos sobraram para todos, inclusive para o então procurador-geral, Rodrigo Janot: "Cavalo Branco". O procurador Deltan Dallagnol era o "Bispo". E o ex-procurador Marcelo Miller, "Maçaranduba". Não é a cidade de Massaranduba e, sim, o personagem do antigo programa humorístico Casseta & Planeta, que saía distribuindo sopapos para todos os lados.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.