Dinheiro Queda de 0,13% do IBC-Br é a primeira para um trimestre desde julho de 2017 Considerando apenas os primeiros trimestres de cada ano, o recuo no Índice de Atividade do Banco Central deste ano é o primeiro desde 2016, quando houve retração de 1 60%

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 16/05/2018 10:26 Atualizado em:

Foto: Wilson Dias / Agência Brasil
Foto: Wilson Dias / Agência Brasil
O recuo de 0,13% do Índice de Atividade do Banco Central (IBC-Br) no trimestre encerrado em março (primeiro trimestre deste ano), ante os três meses anteriores, representa a primeira queda trimestral desde julho do ano passado. Na época, houve baixa de 0,03% do IBC-Br no trimestre encerrado em julho. Os dados dizem respeito à série com ajuste sazonal. 

Considerando apenas os primeiros trimestres de cada ano, o recuo deste ano é o primeiro desde 2016, quando houve retração de 1 60%. No primeiro trimestre do ano passado, o IBC-Br havia avançado 1,46%.

Conhecido como uma espécie de "prévia do BC para o PIB", o IBC-Br serve como parâmetro para avaliar o ritmo da economia brasileira ao longo dos meses. 

A previsão oficial do BC para a atividade doméstica em 2018 é de avanço de 2,6%, sendo que este número foi informado em março. Já o Ministério da Fazenda projeta PIB de 3,0% em 2018.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.