• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Economia Deficit fiscal será de R$ 136,1 bilhões em 2018, estimam economistas A melhora nos números é resultado de uma expectativa de queda das despesas

Por: Correio Braziliense

Publicado em: 12/04/2018 10:54 Atualizado em: 12/04/2018 10:59

A melhora nos números é resultado de uma expectativa de queda das despesas. Foto: Reprodução/Pixabay
A melhora nos números é resultado de uma expectativa de queda das despesas. Foto: Reprodução/Pixabay

Os economistas melhoraram suas projeções para o resultado primário das contas do governo federal em 2018. Em abril, eles avaliam que haverá um deficit de R$ 136,1 bilhões ao término do ano, frente os R$ 139,1 bilhões estimados em março. Os dados foram divulgados pelo Prisma Fiscal na manhã desta quinta-feira (12).

O relatório é publicado mensalmente pela Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Fazenda para acompanhar a evolução da arrecadação, receita, despesa, resultado primário e dívida bruta do governo federal. 

A melhora nos números é resultado de uma expectativa de queda das despesas, de R$ 1,360 trilhão para R$ 1,359 trilhão. Também há melhores perspectivas de arrecadação, saindo de R$ 1,455 trilhão para R$ 1,459 trilhão. Apesar disso, os analistas também esperam uma queda de R$ 1,224 trilhão para R$ 1,223 trilhão nas receitas totais. A projeção para a dívida bruta em 2018 também diminuiu, de 75% para 74,9% do Produto Interno Bruto (PIB).
2019
Para o ano que vem, os economistas trabalham com um rombo de R$ 107,3 bilhões nas contas públicas, ou seja, R$ 4 bilhões a menos do que era esperado em março. A dívida bruta deve ficar em 76,9%, após cair 0,05 ponto percentual nas projeções. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.