• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Cade julga na próxima semana compra da XP pelo Itaú e processo contra montadoras O processo se arrasta há dez anos. Em novembro, o relator Paulo Burnier, votou pela condenação e recomendou a aplicação de multas de R$ 4,2 milhões

Por: AE

Publicado em: 09/03/2018 10:24 Atualizado em:

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) vai julgar em sua próxima sessão, no dia 14 de março, a operação de compra da XP Investimentos pelo Itaú Unibanco, anunciada em maio do ano passado pelas empresas por R$ 6,257 bilhões. A pauta da sessão está publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira(9).

Segundo o Broadcast (serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado) apurou, a tendência é que o conselheiro relator do caso Paulo Burnier, vote pela aprovação da operação condicionada à assinatura de um acordo, como recomendou a Superintendência-Geral do conselho em dezembro. Esse acordo prevê o compromisso de não ingerência do Itaú em questões comerciais da XP e a redução de barreiras à entrada e ao desenvolvimento de novos players no segmento de plataformas abertas de investimento, como, por exemplo, proibição de acordos de exclusividade com agentes e clientes.

Também no dia 14 de março, o Cade retomará o julgamento de um processo contra Fiat, Ford e Volkswagen movido pela Associação Nacional dos Fabricantes de Autopeças (Anfape), que acusa as montadoras de conduta anticompetitiva por impedir fabricantes independentes de produzir peças externas para reposição, como para-choques, lataria, faróis e retrovisores.

O processo se arrasta no órgão há dez anos. Em novembro, o relator do assunto, Paulo Burnier, votou pela condenação das montadoras e recomendou a aplicação de multas de R$ 4,2 milhões. Mas o julgamento foi suspenso por um pedido de vista e só voltou à pauta do Cade em 7 de fevereiro, quando houve outro pedido de vista, o que adiou a sua análise mais uma vez.

A pauta da sessão do dia 14 ainda inclui a avaliação de um TCC, de acesso restrito. A reunião terá início às 10 horas.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.