• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Bancos da zona do euro dispõem de capital para lidar com alta de juros, diz BCE A descoberta é parte da última rodada de "testes de estresse", avaliações regulares feitas pelo BCE

Por: AE

Publicado em: 09/10/2017 07:55 Atualizado em:

Foto: Paulo Pinto
Foto: Paulo Pinto
Os bancos da zona do euro não terão necessidade de levantar capital novo para se proteger de uma eventual alta de juros, afirmou hoje o Banco Central Europeu (BCE).

A descoberta é parte da última rodada de "testes de estresse", avaliações regulares feitas pelo BCE para identificar pontos de risco no setor financeiro da região.

O BCE está se preparando para decidir como retirar um gigantesco programa de relaxamento quantitativo (QE, na sigla em inglês) - que prevê compras mensais de bilhões de euros em ativos -, no que seria o primeiro passo antes de começar a elevar juros.

O BCE, que se tornou o principal supervisor bancário no fim de 2014, realizou vários testes para avaliar como as carteiras e receita dos bancos seriam afetados por mudanças nas taxas de juros.

Segundo o BCE, um hipotético aumento de dois pontos porcentuais dos juros aumentaria a receita com juros do setor bancário da zona do euro em 4,1% em 2017 e em 10,5% em 2019, em média. Já o valor econômico do patrimônio dos bancos - que é uma medida de capital - diminuiria 2,7% num cenário desse tipo, ressaltou a instituição.

"Ainda que a demanda de capital para bancos específicos possa se adaptar aos riscos identificados, a demanda geral por capital não mudará como resultado da análise de sensibilidade a taxas de juros", disse o BCE.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.