• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Justiça Metalúrgicos de Niterói começam a receber salários atrasados

Por: Agência Brasil

Publicado em: 22/07/2015 21:04 Atualizado em:

A Justiça Trabalhista de Niterói, região metropolitana do Rio, reconheceu um acordo para a liberação de R$ 3,1 milhões em benefício de 3 mil operários do Estaleiro Eisa/Petro Um. O dinheiro faz parte dos R$ 15 milhões bloqueados da Petrobras Transportes e da Eisa, em agosto do ano passado.

Na ação, o Ministério Público do Trabalho pede a regularização do pagamento de salários, vale-transporte e verbas rescisórias, além de R$ 3 milhões por danos morais coletivos, devido aos prejuízos causados à sociedade.

Os cerca de 1.000 funcionários dispensados no fim de junho e mais 2 mil que continuam vinculados ao estaleiro, mas sem trabalhar, porque as atividades foram interrompidas no início do mês, receberão uma parcela do que têm direito.

Desde o ano passado, os operários enfrentam problemas para receber salários, auxílio-transporte e os depósitos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), entre outros. A folha de pagamento da empresa chega a R$ 7,5 milhões e a estimativa é que a dívida em rescisões contratuais seja de R$ 30 milhões.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.