• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Mais investimentos Grupo Hapvida investirá R$ 190 milhões expansão e modernização da sua rede em 2015 A operadora teve lucro líquido recorde e atingiu a cifra de R$ 289,495 milhões em 2014

Publicado em: 22/07/2015 13:44 Atualizado em: 22/07/2015 14:22

O Grupo Hapvida anunciou, nesta quarta-feira, que investirá R$ 190 milhões em expansão e modernização da sua rede, que conta atualmente com 209 unidades próprias, entre hospitais e clínicas, em 2015. A informação foi passada após o grupo registrar R$ 2,5 bilhões de receita bruta no acumulado do ano de 2014, o equivalente a 26,9% maior do que a receita bruta do ano anterior de 2013 (R$ 1,970 bilhão), e encerrar o ano em posição de destaque no setor da saúde suplementar, consolidando sua presença e conquistando altos níveis de excelência operacional.

De acordo com a presidência da Hapvida, a operadora registrou crescimento de receita líquida de R$ 1,963 bilhão no ano passado, ante R$ 1,511 bilhão em 2013, o que representa crescimento de quase 30%. O Hapvida teve ainda lucro líquido recorde ao atingir a cifra de R$ 289,495 milhões, aumento de 55% ante 2013 (R$ 186,067 milhões).

A empresa fechou 2014 com mais de 3 milhões de beneficiários, de acordo com Jorge Pinheiro, presidente do Hapvida. Segundo ele, a empresa fortaleceu sua presença no mercado nacional de planos de saúde e odontológicos e tem hoje quase 13% de clientes fora do eixo Norte-Nordeste. “O Hapvida apresentou resultados significativos em 2014, com margem Ebitda recorde para o setor de 19,33% no ano passado, evidenciando sua posição de destaque no mercado nacional de operadoras de saúde. Todas as áreas da empresa apresentaram melhoria de desempenho e competitividade, o que resultou em um crescimento de 36,8% do Ebitda, em comparação com o ano anterior, atingindo R$ 379,523 milhões” afirmou.

Em 2015, a operadora espera crescer, em número de vidas, 12% em medicina e 31% em odontologia, na avaliação do presidente. A expectativa é também diante da participação de mercado da empresa, que amplia no Brasil e nas regiões onde atua com rede própria de atendimento. Com uma estrutura de negócios verticalizada, o Hapvida, segue na contramão das empresas de planos de saúde do Brasil.

Em 2014, o Hapvida alcançou um total de 2 milhões de usuários em medicina e 1 milhão em odontologia. A operadora obteve um crescimento de 13,3% em número de beneficiários de planos médico-hospitalares comparado ao ano anterior, enquanto o setor alcançou 2,7%. Em odontologia, o crescimento do Hapvida foi de 34%, já o mercado foi de 5,4%. “Esses números são resultado do trabalho de nossa equipe, da execução de um planejamento estratégico eficiente e do excelente desempenho de todos os colaboradores das nossas unidades, médicos e parceiros”, comemorou Pinheiro.

Democratização
Um dos fatores para os resultados positivos do Hapvida, na análise do grupo, é a estrutura de negócio verticalizada. Ao contrário da elevação dos custos que outras operadoras possam ter, ao adotar o investimento em rede própria, o Hapvida consegue diminuir o número de fornecedores, gerir diretamente a qualidade do serviço e o custo final oferecido aos pacientes, o que permite ter um controle total sobre todos os processos. Somado à escala, é possível ter maior capilaridade de mercado e alcançar um universo de brasileiros que antes não tinham acesso à saúde privada.

“Desta forma proporcionamos mais acesso à saúde de qualidade para todos os nossos beneficiários”, aponta o presidente. “Outro fator que contribui para a democratização da saúde são nossos planos individuais”, diz. Diferentemente do que ocorre hoje no setor de saúde, que passa a oferecer mais opções de contratos para planos coletivos, o Hapvida é uma das poucas empresas a continuar comercializando planos individuais. Mais vantajoso e democrático, o produto evita que o beneficiário fique dependente somente de contratos com empresas. Além disso, os reajustes anuais, diferente dos planos coletivos, são realizados em consonância com as determinações da ANS.

Expansão e modernização
De acordo com a presidência, o Hapvida tem feito aportes financeiros maciços, visando expandir e qualificar ainda mais a estrutura que é oferecida a seus clientes. Em Manaus, será inaugurado o Hospital Rio Negro, o maior da região Norte. A unidade contará com 120 leitos de internação, equipamentos e mobiliário de ponta.

Em Belém, será inaugurado o Hospital Materno-Infantil Riomar. A unidade será referência no atendimento à crianças, com centro cirúrgico, Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) Pediátrica e Neonatal, além de uma urgência pediátrica. O hospital vai abrigar um centro obstétrico e mais de 100 leitos para internação, distribuídos em sete pavimentos.

Grupo

O Hapvida é a maior operadora de saúde do Norte e Nordeste com mais de 3 milhões de usuários e a segunda maior em rede própria, segundo dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Os números superlativos mostram o sucesso de uma estratégia baseada na gestão direta da operação e constantes investimentos: são 15 mil colaboradores diretos envolvidos na operação de 209 unidades próprias, sendo 20 hospitais, 70 Hapclínicas, 15 prontos atendimentos, 55 centros de diagnóstico por imagem e 49 laboratórios com diversos postos de coleta distribuídos nos 11 estados onde a operadora atua.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.