• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Dieese e Condepe/Fidem Taxa de desemprego na Região Metropolitana do Recife atingiu 12,9% em março Em março o contingente de desempregados nas região foi estimado em 241 mil pessoas, 17 mil a mais comparado ao mês anterior

Por: Rosa Falcão

Publicado em: 29/04/2015 15:05 Atualizado em: 29/04/2015 19:48

A taxa de desemprego na Região Metropolitana do Recife (RMR) aumentou de 12,1% em fevereiro para 12,9% em março. De acordo com a Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) do Dieese, divulgada nesta quarta-feira (29), em parceria com a Agência Condepe/Fidem, em março o contingente de desempregados na região foi estimado em 241 mil pessoas, 17 mil a mais comparado ao mês anterior. O desempenho confirma a tendência sazonal do encolhimento do mercado de trabalho em março.

A indústria de transformação apresentou desempenho negativo e cortou 3 mil postos de trabalho. Enquanto o comércio eliminou 12 mil vagas entre fevereiro e março. Já a construção civil melhorou a performance no mês e criou 7 mil novas ocupações,mas no ano demitiu 12 mil trabalhadores. O setor de serviços ofertou 9 mil vagas na RMR.

A PED indica que houve a perda de 8 mil postos de trabalho com carteira assinada e de 3 mil ocupações sem carteira assinada.No setor público foram ofertadas 3 mil vagas, e nas demais posições (empregadores, donos de negócio familiar, e trabalhadores familiares) foram criadas 1 mil ocupações no mês e 4 mil no acumulado do ano.

Um dado positivo da pesquisa é o aumento da renda média dos ocupados no mês (1,4%) e no ano (1,4%). O rendimento dos assalariados passou de R$ 1.373 em janeiro de 2015 para R$ 1.387 em fevereiro de 2015 na RMR.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.