• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Pesquisa e Inovação » IPA lança nova variedade de tomate mais resistente ao calor e a pragas As sementes do novo tomate estarão disponíveis para os agricultores a partir de 2015

Juliana Cavalcanti

Publicação: 02/09/2014 16:18 Atualização: 02/09/2014 16:39

O tomate da variedade Ferraz IPA 8 foi lançado hoje. Mais resistente a pragas e ao calor, precisa de menos defensivos agrícolas para ser cultivado. Foto: IPA/Divulgação (O tomate da variedade Ferraz IPA 8 foi lançado hoje. Mais resistente a pragas e ao calor, precisa de menos defensivos agrícolas para ser cultivado. Foto: IPA/Divulgação)
O tomate da variedade Ferraz IPA 8 foi lançado hoje. Mais resistente a pragas e ao calor, precisa de menos defensivos agrícolas para ser cultivado. Foto: IPA/Divulgação
Após 12 anos de pesquisas, o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) lança hoje, em Belém do São Francisco, no Sertão, mais uma variedade de tomate. A informação poderia ser corriqueira num cenário de pesquisas contínuas, mas o tomate da variedade Ferraz IPA 8 é mais resistente ao calor e aos vírus que praticamente devastaram a produção do fruto em Pernambuco: o Vira-cabeça e o Geminivirus (transmitido pela mosca branca).

Com essas qualidades, a variedade vai favorecer os produtores, reduzindo os custos, principalmente pela menor necessidade de defensivos agrícolas. “É possível reduzir o número de pulverizações de 24 para apenas quatro ou cinco. Um benefício para a saúde do trabalhador rural, dos consumidores; com menor custo da produção”, destaca Cristina Lemos, superintendente do Programa de Pesquisas em Hortaliças do IPA.

Para ter uma ideia do que aconteceu na produção no estado na última década, Pernambuco, que chegou a ser o segundo maior produtor do Brasil, com 13 mil hectares cultivados, hoje não cultiva mais do que 500 hectares, com uma colheita total de 207 mil toneladas por ano.

"A produção de tomate de Pernambuco já foi vice líder no Brasil e uma variedade desenvolvida por nós, a IPA 5, foi utilizada em 75% das áreas plantadas do país. Com o avanço das pragas, hoje Pernambuco está na 8ª colocação e as indústrias de molho do polo de Petrolina acabaram se transferindo para Goiás", detalha o engenheiro agrônomo Ednardo Ferraz, melhorista do IPA. Uma curiosidade é que a variedade foi batizada de Ferraz IPA 8 em homenagem ao pesquisador, que há 30 anos se dedica a estudar tomates.

É importante lembrar que Petrolina já teve 27 indústrias voltadas para a exportação de polpa de tomate. Com as dificuldades enfrentadas pelo clima quente, muito propício ao surgimento de pragas, e pela instabilidade do dólar, aos poucos elas se transferiram para Goiás.

A nova variedade do fruto não deve trazer as indústrias de volta, mas vai beneficiar os pequenos e médios produtores, principalmente para o mercado in natura. Cultivada numa área de 42 hectares, com sistema de irrigação, a produtividade da nova variedade chegou a 80 toneladas por hectare. Segundo Cristina Lemos, as sementes estarão disponíveis para os produtores a partir do primeiro semestre de 2015.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.