• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Energia » Consórcio de Santo Antônio já começou a demitir trabalhadores

Agência Estado

Publicação: 01/09/2014 17:38 Atualização:

O consórcio construtor da usina hidrelétrica de Santo Antônio já começou a demitir os trabalhadores que atuam no canteiro de obras. De acordo com as empresas que integram o consórcio, cem operários foram dispensados nesta segunda-feira (1) e o plano é manter essa média ao longo dos próximos dias. Cerca de 9 mil pessoas trabalham na obra. O consórcio reiterou que os direitos dos trabalhadores serão respeitados.

No dia 23 de agosto, a Santo Antônio Energia informou o consórcio, por meio de correspondência, que não possui recursos para pagar o custo das obras da usina. Não foi a primeira vez que a concessionária deixou de pagar suas despesas com a obra, problema que tem ocorrido com mais frequência neste ano. Por essa razão, as empresas que integram o consórcio decidiram paralisar as obras e iniciar um plano de desmobilização dos funcionários.

O consórcio tem como empreiteiras a Odebrecht e a Andrade Gutierrez, além das empresas Alstom, Bardella, Voith Siemens, Andritz e Areva, que fornecem equipamentos para a usina.

Ao mesmo tempo, as duas empreiteiras são sócias da concessionária que vai explorar a usina pelos próximos 30 anos. Especula-se que a paralisação das obras seja uma forma de pressionar o governo uma solução para a usina.

A concessionária Santo Antônio Energia é uma sociedade formada por várias empresas, entre as quais a Odebrecht Energia (18,6%) e a SAAG Investimentos, cujo principal acionista é a Andrade Gutierrez (12,4%). Também integram o grupo Furnas (39%), fundo Caixa FIP Amazônia Energia (20%) e Cemig (10%).

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.