• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Ladeira abaixo » PIB da indústria tem a 4ª queda seguida, diz IBGE

Agência Estado

Publicação: 29/08/2014 09:55 Atualização: 29/08/2014 11:08

O Produto Interno Bruto (PIB) da indústria caiu 1,5% no segundo trimestre em relação ao primeiro deste ano, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foi o quarto resultado negativo consecutivo no segundo trimestre do ano. A queda de 1,5% ante o primeiro trimestre foi a maior desde o segundo trimestre de 2012, quando o setor também havia recuado 1 5%. Na comparação com o segundo trimestre de 2013, o PIB da indústria mostrou queda de 3,4%, a maior nessa comparação desde o terceiro trimestre de 2009, quando recuou 6,8%.

A queda do PIB da indústria da construção civil no segundo trimestre deste ano ante igual período de 2013 é a maior nessa base de comparação desde o primeiro trimestre de 2002, quando o recuo foi de 9,6%. .

O PIB de serviços, por sua vez, teve uma desaceleração histórica na base de comparação do trimestre contra mesmo trimestre do ano anterior. A alta de 0,2% no segundo trimestre de 2014 ante 2013 foi a menor desde o terceiro trimestre de 2003, quando foi de 0 1%. O PIB de serviços não registra retração nessa comparação desde 1998.

A queda de 0,5% verificada no PIB de serviços, no segundo trimestre ante o primeiro, foi o pior resultado para o segmento desde o quarto trimestre de 2008, quando o recuo foi de 2,8%.

Em relação à queda nas importações, que alcançou 2,1% no segundo trimestre ante o primeiro do ano, foi a maior retração desde o terceiro trimestre de 2012, quando o tombo foi de 6,5%

Revisão

O IBGE revisou a variação do PIB do primeiro trimestre deste ano. O recuo foi de 0,2% na comparação com o quarto trimestre de 2013. Inicialmente, o instituto havia apurado um avanço de 0,2%, como divulgado em maio.

O órgão ainda revisou os resultados do quarto trimestre de 2013 ante o terceiro trimestre de 2013, de +0,4% para +0,5%; do terceiro trimestre ante o segundo trimestre de 2013, de -0,3% para -0,6%; e do segundo trimestre ante o primeiro trimestre de 2013, de +1,6% para +2,1%.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.