• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Primeiro semestre » Produção de cloro cresce 0,6% até julho, diz Abiclor

Agência Estado

Publicação: 28/08/2014 18:22 Atualização:

A produção de cloro teve alta de 0,6% de janeiro a julho deste ano, alcançando 744,3 mil toneladas, segundo dados da Associação Brasileira de Cloro, Álcalis e Derivados (Abiclor). A taxa média de capacidade instalada do setor foi de 85,3%, ainda abaixo da média histórica do setor, que é de 87%. "Os números mostram que os vários segmentos atendidos pelo setor sofreram queda em suas demandas, o que é um reflexo da desaceleração gradativa da atividade econômica", diz o presidente da Abiclor, Anibal do Vale, em comunicado.

O consumo setorial de cloro - demonstrado pelas vendas totais somadas aos usos cativos - também apresentou leve alta, de 0,4%, totalizando 747,2 mil toneladas. A expansão foi impulsionada pelo aumento de 2,7% nas vendas totais, que somaram 95,7 mil toneladas nos sete primeiros meses de 2014. Segundo a Abiclor, o uso cativo - dos próprios produtores de cloro na elaboração de produtos como o dicloroetano (DCE) e óxido de propeno - se manteve estável.

Soda cáustica
Ainda de acordo com informações da Abiclor, a produção de soda cáustica nos primeiros sete meses do ano se manteve estável em relação ao mesmo intervalo do ano passado, totalizando 818,4 mil toneladas. As vendas totais do insumo cresceram 1,6%, impulsionadas pelo aumento de 39,5% das vendas externas, que somaram 15,7 mil toneladas. As vendas internas aumentaram 1%, chegando em 693 mil toneladas. As importações somaram 681,3 mil toneladas, aumento de 3,5%. Já o uso cativo de soda cáustica consumiu 79,5 mil toneladas, um recuo de 10,4% nos primeiros sete meses deste ano se comparado ao mesmo período de 2013. O consumo aparente de soda cáustica somou 1,483 milhão de toneladas.

"O cloro e a soda abastecem mais de 16 setores da atividade econômica. Os produtos atendem à demanda de diferentes segmentos das indústrias de defensivos agrícolas, limpeza, papel e celulose, componentes eletrônicos, metalurgia, têxtil, tratamento de água, entre outras", explica Abiclor em nota.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.