• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Alteração » Greve fez IBGE a adaptar cálculo de itens do IPCA-15

Agência Estado

Publicação: 20/08/2014 12:00 Atualização:

A greve no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), encerrada na semana passada, obrigou a Coordenação de Índices de Preços a alterar o cálculo das estimativas para os preços de dois itens do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) de agosto.

Em decorrência dos 79 dias de paralisação, a coleta de dados da Pesquisa Mensal de Emprego (PME) foi prejudicada nas regiões metropolitanas de Salvador e Porto Alegre. Não foram divulgados ainda os dados sobre o mercado de trabalho referentes aos meses de maio e junho, o que inviabilizou o cálculo tradicional das estimativas de aumento de mão de obra para pequenos reparos e empregados domésticos.

O IBGE ressalta que as informações do item para as duas regiões afetadas tiveram sua metodologia de cálculo adaptada. Como resultado, obteve-se que a mão-de-obra para pequenos reparos teve alta de 0,66% no IPCA-15 de agosto, enquanto o item empregados domésticos registrou aumento de 1,28%.

"O procedimento consistiu em utilizar os últimos rendimentos disponíveis nas duas regiões, que se referem ao mês de abril, para estimar a tendência da série de rendimentos em agosto. Assim, foram estimados, a partir de abril, quatro meses à frente em vez de dois, como é a metodologia corrente adotada. As demais regiões seguiram o procedimento regular descrito na nota técnica 01/2007, sendo estimados dois meses à frente com base nos rendimentos de maio efetivamente coletados através da PME", explicou o IBGE.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.