• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Varejo » Para Abrasce, vendas nos shoppings devem subir até 9% no ano

Agência Estado

Publicação: 18/08/2014 21:18 Atualização:

As vendas nos shopping centers do país devem crescer em torno de 8% a 9% em 2014, mostrando resiliência frente ao ambiente econômico mais fraco do país, de acordo com projeção da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce). No primeiro semestre, o faturamento do setor teve alta de 7,4%, de acordo com pesquisa da entidade publicada com exclusividade pelo Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado.

Segundo avaliação da superintendente da Abrasce, Adriana Colloca o resultado do primeiro semestre é considerado satisfatório, pois mostra que o segmento de shoppings conseguiu crescer mesmo em meio a um ambiente desafiador e entrecortado pela Copa do Mundo, que dispersou muitos consumidores. "Vemos esse número como bem positivo", disse.

No primeiro semestre, as lojas de maior crescimento foram as de telefonia, com elevação de 22,5% nas vendas. Em seguida, vieram perfumaria (20,9%), alimentação (16,2%) e lazer (15,7%). Um setor importante para os shoppings, mas que não teve tão bom desempenho, foi o de vestuário, com aumento de apenas 1,5% nas vendas do semestre. Além do efeito da Copa, esses lojistas sofreram com o calor excessivo durante o outono e o início do inverno nas regiões Sul e Sudeste, o que atrapalhou a venda das novas coleções de roupas de frio.

Nos próximos meses, a expectativa de Adriana é que as vendas dos shoppings se recuperem, avançando de 7,4% para o patamar de 8,0% a 9,0%. A superintendente lembra que o segundo semestre é tradicionalmente mais forte, pois concentra datas comemorativas de peso, como o Natal. Outro ponto favorável é que no segundo semestre as famílias já se livraram de boa parte das despesas do começo do ano, como IPVA e compra de materiais escolares.

Apesar do crescimento de 8,0% a 9,0% previsto para 2014, o setor de shopping centers dá sinais de que pode passar por uma desaceleração. Em 2013, a alta no faturamento foi de 8,6%, enquanto em 2012 atingiu 10,2%, segundo dados da Abrasce. "O desaquecimento está acontecendo no varejo e na economia brasileira como um todo. E isso também se reflete nos shoppings" explicou Adriana, citando o aumento da inflação, a maior restrição do crédito e a piora na confiança dos consumidores.

A Abrasce estima 38 inaugurações de shopping centers no País em 2014, dos quais 8 já ocorreram. Se a previsão para o ano for confirmada, o número de inaugurações repetirá o recorde de 2013, quando 38 novos empreendimentos chegaram ao mercado.

A projeção inicial para 2014 era de abertura de 43 empreendimentos, mas 5 já foram adiados para o próximo ano. Na avaliação de Adriana, é natural que ocorra o adiamento de alguns projetos, e o setor não está vivendo nenhuma crise que justifique o cancelamento de projetos em massa.

Segundo a Abrasce, os shoppings no País têm vacância média oscilando em torno de 2,5% a 3,0% neste ano. O patamar está um pouco acima da média de 2013, que girou em torno de 2,0% a 2,5%, segundo ela.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.