• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Saúde pública » Anvisa proíbe venda de lote da água São Lourenço

Agência Estado

Publicação: 15/08/2014 13:10 Atualização: 15/08/2014 22:45

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a proibição da distribuição e comercialização, em todo o território nacional, do lote 32966047S1, com validade até 23 de outubro de 2014, da água mineral natural da marca São Lourenço, produzida pela Nestlé Waters Brasil - Bebidas e Alimentos.

A Resolução com essa proibição foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira. A Anvisa informa que laudo do Instituto Adolfo Lutz apontou a presença da bactéria Pseudomonas aeruginosa acima do limite estabelecido na legislação sanitária.

Nestlé diz que água já havia sido suspensa
Em nota enviada nesta sexta-feira, 15, ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, a Nestlé informou que já havia retirado do mercado o lote 32966047S1 da Água São Lourenço Natural Sem Gás 300 ml, produzido em outubro de 2013. Hoje foi publicada no Diário Oficial da União a determinação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibindo a distribuição e comercialização, em todo o território nacional, do lote, que tinha validade até 23 de outubro de 2014.

"Em relação à resolução da Anvisa, a Nestlé Waters informa que desde que recebeu o primeiro contato da autoridade sanitária, em fevereiro/14, informando sobre alteração de parâmetro, tomou a decisão de suspender imediatamente a distribuição e comercialização do referido lote. A medida foi tomada ainda que controles internos, confirmados por análises realizadas em laboratório certificado pelo Inmetro, em diversas amostras do mesmo lote, não tivessem apontado nenhuma desconformidade com a legislação vigente", informou a empresa, em nota.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.