• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Energia sustentável » Interior de SP ganha sua primeira usina movida a lixo

Agência Estado

Publicação: 14/08/2014 13:25 Atualização:

Foi inaugurada ontem (13) a primeira usina movida a lixo do interior de São Paulo. Ela fica em Guatapará (SP) e já está transformando em energia elétrica, por meio do biogás, 2,4 mil toneladas de lixo doméstico que são recolhidas diariamente em 20 cidades da região. O investimento na usina foi de R$ 15 milhões e a capacidade é suficiente para gerar energia para atender18 mil pessoas.

Apesar da inauguração oficial agora, a usina já vinha operando há quase três meses. Ela foi construída pela Estre Energia Renovável em parceria com empresa portuguesa ENC Energy, e já está dando lucro com a eletricidade que é produzida no local. Alexandre Alvim, diretor da Estre, conta que a unidade tem capacidade para gerar 4,2 megawatts e já passou a abastecer a subestação de Pradópolis (SP).

A empresa não divulga detalhes dos negócios, mas 80% da produção já foi comercializada no mercado futuro. Com a crise energética, investir na área tem sido algo rentável e o preço do megawatt já está perto de R$ 700. A energia de biogás é vista como uma alternativa ao uso das usinas hidrelétricas, principais fontes de geração de eletricidade do país e que sofrem com a estiagem.

O biogás é conseguido por meio do gás metano liberado pelo lixo orgânico em decomposição depositado no aterro sanitário de Guatapará. Mangueiras captam esse gás que passa pelo Centro de Gerenciamento de Resíduos para ser limpo, sofrer resfriamento e somente depois ser queimado e virar energia.

O grupo que opera a usina anunciou que pretende investir R$ 300 milhões para criar outras dez unidades do tipo até 2017 em outros aterros sanitários. Quando todas estiverem operando a receita anual deve chegar a R$ 200 milhões. Em Guatapará, a capacidade instalada deve dobrar até o final deste ano chegando a 10 megawatts.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.