• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Melhoria » Sistema da embaixada dos EUA para vistos está quase normalizado

Publicação: 12/08/2014 17:19 Atualização: 12/08/2014 17:33

O Departamento de Estado dos Estados Unidos informou nesta terça-feira (12) que obteve um progresso significativo e já processou a maioria dos vistos atrasados no mundo todo. O trabalho para o retorno pleno dos sistemas continua. Segundo o comunicado publicado pela embaixada norte-americana, a prioridade continua sendo agilizar os vistos de imigração e de adoção, e de emergência para não-migrantes. Os vistos referentes a esses e a todos os casos estão sendo emitidos com pouco atraso.

Quem tiver dúvidas ou precisar de um horário de emergência para tirar o visto deve enviar e-mail para a seção consular onde marcou a entrevista. Se o caso for de emergência, a pessoa deve colocar no campo destinado ao assunto do e-mail o seguinte: "solicitação de agendamento de emergência". A embaixada alerta que somente emergências reais de natureza humanitária extraordinária serão consideradas para assistência excepcional.

Um problema no sistema norte-americano de emissão de vistos, em Washington, causou a suspensão da emissão do documento em todo o mundo. Diante da situação, a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil recomendou que pessoas sem visto e com viagem marcada para as próximas duas semanas adiassem a partida. Em nota, a o Bureau de Assuntos Consulares do Departamento de Estado informou que o problema surgiu após um procedimento de atualização do software no último dia 20 de julho.

Os e-mails da embaixadas e dos consulados dos Estados Unidos são os seguintes: saopaulovisa@state.gov, visario@state.gov, brasiliavisa@state.gov e recifevisa@state.gov.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.